Ciências Sociais / Etica Na Familia

Etica Na Familia

Trabalho Escolar: Etica Na Familia
Buscar 155.000+ Trabalhos e Grátis Artigos

Enviado por:  Carlos  08 setembro 2011
Tags: 
Palavras: 3716   |   Páginas: 15
Visualizações: 2060

...

fissional. 5ª Ed. Editora Revista dos Tribunais, podemos classificá-la como gênero que é composta de várias facetas que se subdividem em ética entre marido e mulher, ética dos pais, ética dos filhos, ética dos avós, ética dos demais familiares, ética e os serviçais, ética e os vizinhos.

Conceito de ÉTICA

Dentre os estudos realizados conceituamos como ética “a ciência do comportamento moral dos homens em sociedade. É uma ciência, pois tem objeto próprio, leis próprias e método próprio, na singela identificação do caráter científico de um determinado ramo do conhecimento. O objeto da ética e a moral. A moral é um dos aspectos do comportamento humano. A expressão moral deriva da palavra romana mores, como sentido de costumes conjunto de normas adquiridas pelo hábito reiterado de sua prática.

Conceito de FAMÍLIA

A conceituação de família é polêmica, contudo, podemos conceituá-la como sendo elos de sangue, adoção e aliança socialmente reconhecidos. Reconhecimento que pode ser legal ou costumeiro. A Família ainda pode ser abordada como unidade doméstica, como instituição e como conjunto de valores.

Ética na família

Como já dito na introdução a ética na família se subdivide em várias facetas dentre as quais podemos citar ética entre marido e mulher, ética entre os pais, ética dos filhos, ética entre os avós, ética e os demais familiares, ética e os serviçais, ética e os vizinhos e ética e a comunidade, que são expostos na seguinte forma:

ÉTICA ENTRE MARIDO E MULHER

O casamento é partilha de amor e angústias. Não é fácil conviver, mas também não é impossível. Ainda existem casais felizes a vivenciarem o seu único casamento. Prova insofismável de que a vida conjugal é factível para quem se propuser a vivê-la, sabedor das vicissitudes propiciadas por um longo convívio. Dividir espaço físico, patrimônio e o destino, subordinar seu egoísmo, seus interesses e sua vontade à concordância alheia, parece contra a natureza. Mas essa a vocação natural das pessoas. “Não é

bom que o homem fique só”, é uma das primeiras falas do Criador.

O casal deve respeitar-se mutuamente. Não apenas respeito, sentimento devotável a qualquer ser humano, mas é dever ético o apoiar-se reciprocamente. Compreender as carências, perdoar as idiossincrasias. O convívio intensifica a intolerância. Pequenos defeitos passam a ser tornar intoleráveis a vida a dois. Quem acompanha uma separação já não se espanta ao verificar qual o motivo apontado pelos cônjuges – ou por um deles – como a causa do desfazimento do lar. Os repertórios jurisprudenciais estão plenos de exemplos questiúnculas motivadores da dissolução do casamento. Fatos triviais passam a revestir grande significado. Até mesmo características físicas ou tipológicas do cônjuge, com o perverso escoar do tempo, tornam-se insuportáveis.

Enunciar exemplos de infração ética não é difícil, para quem tenha acumulado experiência com o triste universo das separações ou divórcios. Mencione-se como argumento o meramente enunciativ ...



Cadastre-se no TrabalhosGratuitos

Cadastre-se no TrabalhosGratuitos - buscar 155.000+ trabalhos e monografias