Religião / Perfil Dos Três Reis

Perfil Dos Três Reis

Trabalho Universitário: Perfil Dos Três Reis
Buscar 155.000+ Trabalhos e Grátis Artigos

Enviado por:  brunahmaia  12 setembro 2013
Tags: 
Palavras: 528   |   Páginas: 3
Visualizações: 13

O livro Perfil de três reis é um conto baseado no reinado dos reis Saul, Davi e Absalão. Através da narração, o autor deixa claro que devemos ser submissos perante nossos líderes, pois só assim, estaremos sendo submissos ao próprio Deus.

No início da narrativa, Davi é apresentado como um pastor de ovelhas, que apesar de não ser um dos primogênitos, era dotado de características singulares e por um coração diferente dos demais. O pastorzinho, além de cuidar de seu rebanho, tocava harpa e manejava uma funda com excelência. Ele amava o seu Senhor, e por meio de canções, manifestava toda sua devoção.

Certo dia, um profeta, Samuel, foi à casa de Jessé a procura do ungido do Senhor. Deparando-se com Davi, viu que aquele era o escolhido. Entretanto, mesmo após ser ungido rei de Israel, o pegureiro continuou realizando tarefas não muito dignas de alguém com sua importância. Em um desses dias de trabalho, Davi matou, de forma inesperada, um gigante. Com isso, foi feito herói e levado para dentro do palácio. Nesse novo lar, através de um rei insano, o pequeno pastor teve seu caráter moldado.

O novo integrante do palácio logo conquistou a todos, cantando diariamente para o rei, que apesar de apreciar muito as canções, começou a ver seu reinado ameaçado pelo músico. A partir de então, Saul iniciou seu exercício de lançar “flechas” contra Davi. Este, em meio as incontáveis amarguras, descobriu algo que poucos dos escassos sábios compreendem – Deus esta a procura de corações quebrantados. A partir daí, o jovem percebeu que estava em uma "escola” de submissão e quebrantamento, na qual Saul foi o escolhido soberanamente para efetuar tal objetivo. Também compreendeu que Saul mesmo na sua loucura, era uma autoridade legítima, escolhida por Deus. Então o jovem ungido submeteu-se às ordens de seu rei louco.

Davi aprendeu que não deveria atirar de voltas as lanças, apenas desviar e fingir não ver quem estava lançando-as. Sofreu calado, para não tornar-se como o seu atir

ador! Com o tempo, impetuosamente, Deus conseguiu arrancar o Saul que se encontrava dentro de Davi. Se não fosse pelos métodos doloridos e quase impossíveis de sobrevivência, o ungido do Senhor não teria um coração livre do Saul que há em todos nós.

Só quando o rei insano resolveu caçar e matar a Davi, foi que este fugiu, mas mesmo assim, foi sozinho e sem manifestar-se contra a autoridade – o também ungido do Senhor.

As cavernas foram por anos a moradia do fugitivo, que vivia sendo perseguido, completamente só na escuridão. Davi sofreu, e com seu sofrimento entoou cânticos de esperança e melancolia. Chorava e cantava. Para os homens, ele era um homem derrotado, entretanto, para o mundo celestial, aquele era um homem quebrantado!

O rei estava cada vez mais louco. Consequentemente, muitos fugitivos juntaram-se a Davi. Encontram um homem mudado, que acima de tudo, amava ainda mais seu Senhor. Todavia, este não os liderou, não concordava com as condutas deles. Apesar disso, começa ...



Cadastre-se no TrabalhosGratuitos

Cadastre-se no TrabalhosGratuitos - buscar 155.000+ trabalhos e monografias