Trabalho Completo ACNE

ACNE

Imprimir Trabalho!
Cadastre-se - Buscar 155 000+ Trabalhos e Monografias

Categoria: Outras

Enviado por: jessica7312 14 outubro 2013

Palavras: 657 | Páginas: 3

RESUMO

A acne é um processo inflamatório que acomete a maioria dos adolescentes, mas

também pode acometer indivíduos jovens e adultos causando um impacto negativo

sobre sua autoestima. Diversos tratamentos tem sido propostos, como por exemplo, o

peeling de ácido salicílico que é uma opção bastante utilizada e que vem apresentando

resultados satisfatórios.

INTRODUÇÃO

A acne vulgar é uma dermatose que a apresenta um acúmulo de sebo ou com

processo inflamatório do folículo piloso sendo mais freqüente em adolescentes. O

peeling de ácido salicílico é uma substância química indicada no tratamento da acne

com propriedades antiinflamatórias, esfoliante e redutor de oleosidade da pele acnéica.

O objetivo deste trabalho é aprofundar os conhecimentos sobre o processo

fisiopatológico da acne, bem como dos principais tratamentos utilizados para a mesma,

em particular o peeling de ácido salicílico.

MATERIAIS E MÉTODOS

Esta pesquisa de revisão bibliográfica será realizada com consulta em bases de

dados da internet, periódicos, livros e monografias na área.

REVISÃO DE LITERATURA

A acne vulgar é típica em adolescentes atingindo 80% dos mesmos, sendo os

casos mais graves de maior incidência no sexo masculino. Sua manifestação se inicia

com uma inflamação do folículo pilo - sebáceo (RIBEIRO, 2006; ROTTA, 2008).

Caracteriza-se pelo surgimento de comedões (cravos abertos e fechados),

pápulas, pústulas e cicatrizes. O comedão se dá na fase inicial da lesão podendo ou não

evoluir para pápulas, pústulas, nódulos e cistos, que é o quadro evoluído a processos

inflamatórios (LEONARDI, 2008).

A causa da acne apresenta envolvimento multifatoriais sendo os seguintes:

· Predisposição genética;

· Hiperqueratinização folicular;

· Aumento dos hormônios androgênicos;

· Aumento da atividade seborreica (produção de sebo);

· Colonização bacteriana do folículo, os microrganismos mais envolvidos:

Propionibacterium acnes e Staphylococcus epidermides;

· Liberação de mediadores da inflamação no folículo e na derme adjacente

(ROTTA, 2008).

A acne vulgar pode ser classificada conforme as lesões apresentada:

· Grau I – Acne comedoniana ou acne não-inflamatória: apresenta apenas

comedões fechados e abertos.

· Grau II – Acne papulopustulosa: presença de lesões inflamatórias

(pápulas/pústulas) com numerosos comedões.

· Grau III – Acne nodulocística: presença de nódulos e pseudocistos além

de comedões, pápulas e pústulas. O quadro pode ser moderado ou grave.

· Grau IV – Acne conglobata: há lesões bastante inflamatórias,

exuberantes, com drenagem de material seropurulento ou hemático, formando

abscessos evoluindo para lesões cicatriciais.

· Grau V – Acne fulminante: agravamento para necrose das lesões,

leucocitose e eritema inflamatório com quadro febril (ROTTA, 2008).

Peelings consistem na aplicação de um ou mais agentes químicos na pele,

provocando a degradação de porções da epiderme e/ou derme induzindo na seqüência

uma reepitelização e renovação dos tecidos epidérmicos e dérmicos, sendo indicado no

tratamento de certas doenças cutâneas ou melhora estética (RIBEIRO, 2010).

O ácido salicílico é um beta-hidroxiácido ou ácido 2-hidroxibenzóico, extraído

do Salix Alba (salgueiro branco), usado em concentração de no máximo 20%

(PIMENTEL, 2006; RIBEIRO, 2010).

A ação esfoliante deste ativo induz a esfoliação da camada córnea

provavelmente por dissolução das lamelas (cimento celular) e/ou ao aumento da

proteólise dos corneodesmossomas (RIBEIRO, 2010).

Os princípios do tratamento da acne com o peeling de ácido salicílico baseiamse

no efeito queratolítico, bacteriostática, fungicida, antimicrobiano e antiinflamatório,

visando à correção do defeito da queratinização folicular, redução da atividade sebácea,

diminuição da população bacteriana e dos processos inflamatórios. Apresenta

característica lipofílica, o que facilita sua penetração na unidade sebácea o que o torna

efetivo contra comedões e lesões (BORGES, 2006; LEONARDI, 2006; ROTTA, 2008).

O cuidado diário utilizando cosméticos como sabonete, tônico-adstringente e

gel anti-acne, cuja composição contém o ácido salicílico de 1% a 2%, visam reduzir a

oleosidade, o eritema e a inflamação (LEONARDI, 2008).

CONCLUSÃO

Conclui-se que as propriedades terapêuticas do peeling de ácido salicílico tem

efeito queratolítico, antiinflamatório e antimicrobiano, tornando este esfoliante químico

eficaz no tratamento de acne resultando na redução do eritema, da inflamação e no

controle da oleosidade da pele.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BORGES, Fábio dos Santos; Dermato-funcional: modalidades terapêuticas nas

disfunções estéticas; editora Phorte; São Paulo; 2006.

LEONARDI, Gislaine Ricci. Cosmetologia Aplicada. 2ª edição; São Paulo; Santa

Isabel; 2008.

PIMENTEL, Arthur dos Santos. Peeling, máscara e acne: seus tipos e passo a passo do

tratamento estético. 1ª edição; editora Livraria Médica Paulista; São Paulo; 2008.

RIBEIRO, Claudio de Jesus. Cosmetologia Aplicada a Dermoestética. 1ª edição; São

Paulo; Pharmabooks; 2006.

RIBEIRO, Claudio de Jesus. Cosmetologia Aplicada a Dermoestética. 2ª edição; São

Paulo; Pharmabooks; 2010.

ROTTA, Osmar. Guia de dermatologia: clinica, cirúrgica e cosmiatria. São Paulo;

Manole; 2008.