Trabalho Completo Introdução ás técnicas De Laboratório

Introdução ás técnicas De Laboratório

Imprimir Trabalho!
Cadastre-se - Buscar 155 000+ Trabalhos e Monografias

Categoria: Ciências

Enviado por: liviad 15 abril 2013

Palavras: 793 | Páginas: 4

Procedimentos experimentais

Procedimento 1- Medida de Temperatura de Ebulição da Água

Acender o bico de gás;

Descrever a regulagem do bico de gás;

Colocar cerca de 100mL de água destilada em um béquer de 250mL e em seguida, colocar o béquer sobre uma tela de amianto, suportada pelo tripé;

Aquecer o béquer com a chama de um bico de gás. Aguardar a ebulição da água e com o auxílio de um termômetro, medir e anotar corretamente a temperatura de ebulição.

Procedimento 2- Capacidade de Desvios de Aparelhos

Anotar, com os respectivos desvios, a capacidade de cada um dos seguintes aparelhos:

Bureta;

Proveta;

Pipeta graduada.

Procedimento 3- Cálculo de desvio padrão de uma série de medidas

Encher a bureta com água;

Zerar a bureta;

Encher um tubo de ensaio utilizando a bureta e fazer a leitura do volume;

Esvaziar o tubo e passar um pouco de etanol para facilitar a secagem do tubo;

Repetir as etapas anteriores por três vezes;

Calcular o desvio padrão das medidas;

Expressar o valor da medida em notação de desvio.

Procedimento 4- Determinação da densidade de um líquido

Numerar dois béqueres de 50mL e anotar corretamente as suas massas;

Adicionar 10mL de um líquido desconhecido(X) ao béquer 1, medindo com uma pipeta graduada;

Pesar novamente o béquer e determinar a massa da amostra;

Medir 10mL do líquido (X) no béquer 2;

Pesar novamente o béquer e determinar a massa da amostra;

Determinar a densidade do líquido (X) medido com pipeta e medido com o béquer;

Identificar o líquido (X) e determinar o erro da densidade referente à medida de volume feita com a pipeta;

Fazer um teste de solubilidade do líquido (X) em água.

Resultados

Os resultados obtidos estão apresentados a seguir:

Tabela 1 – Propriedades Físicas de Algumas Substâncias

Substância Temperatura de Fusão(°C) Temperatura de Ebulição(°C) Solubilidade em água Densidade (g/mL)

Acetona -95 56 Solúvel 0,791

Benzeno 5,5 80 Insolúvel 0,88

Etanol -112 78 Solúvel 0,79

Água 0 100 - 1,00

Ciclohexano 6,5 80,7 Insolúvel 0,78

Éter dietílico -116 34,5 Insolúvel 0,71

Procedimento 1

A temperatura de ebulição da água encontrada através do procedimento experimental foi (95 +/- 0,5)°C, levando-se em consideração o desvio ou erro do aparelho utilizado, nesse caso, o termômetro com sensibilidade de medida de 1°C.

Valores de temperatura de ebulição da água obtidos através de outros grupos experimentais

Tabela 2- Temperatura de Ebulição da Água

Grupo Temperatura (°C)

1 95

2 98

3 98

4 94

5 97

6 99

X = 96,83 °C

1)Avaliação do desvio padrão

S = √((∑▒〖(x_1- x ̅ ̅ 〗 ) ²)/(n-1))

S = √(((95,00-96,83)^2+ (98,00- 96,83)^2+(98,00- 96,83)^2+( 94-96,83)+(97,00- 96,83)^2+( 99-96,83)² )/(6-1))

S = 3,77

Procedimento 2

Os valores encontrados para as capacidades e seus respectivos desvios dos aparelhos avaliados estão apresentados na tabela a seguir:

Tabela 2 – Capacidade e Desvios de Aparelhos

Aparelho Capacidade e Desvio

Bureta (50 +/- 0,05)mL

Proveta (10 +/- 0,05)mL

(50 +/- 0,25)mL

(100 +/- 0,5)mL

Pipeta Graduada (10 +/- 0,05)mL

Procedimento 3

Os valores encontrados para o volume do tubo de ensaio utilizado foram:

V1= 22,6mL

V2= 22,6mL

V3= 22,9mL

A média (x ̅ ̅) dos valores de volume encontrados é igual a 22,7mL.

1)Avaliação do desvio padrão

S = √((∑▒〖(x_1- x ̅ ̅ 〗 ) ²)/(n-1))

S = √(((22,6-22,7)^2+ (22,6- 22,7)^2+(22,9- 22,7)^2 )/(3-1))

S = 0,03

Procedimento 3

Os valores de massa obtidos estão apresentados na tabela a seguir:

Béquer Massa do Béquer Vazio

(g) Massa do Béquer com 10mL do Líquido X

(g)

1 45,24+/-0,01 53,10+/-0,01

2 33,14+/-0,01 53,14+/-0,01

Logo, podemos calcular a massa do líquido com através da diferença entre a massa do béquer com o líquido e a massa do béquer vazio. Como a densidade(d) é determinada pela razão: massa(m)/volume(v), temos que:

Béquer 1:

d1= (53,10 – 45,24)g / 10mL

d1=(0,786 +/- 0,007)g/mL

Béquer 2:

d2=(40,90- 33,14 )g / 10mL

d2=(0,776 +/- 0,007)g/mL

x ̅ = (0,781 +/- 0,01)g/mL

Através do teste de solubilidade pode ser observado que o líquido X é solúvel em água.

A média das densidades obtidas do líquido X se aproximou dos valores de densidade da acetona (d=0,791g/mL) e do etanol (d=0,79g/mL), ambos solúveis em água. Logo, como os valores obtidos apresentam suas incertezas e não foram realizados testes para se determinar a temperatura de fusão ou de ebulição do líquido X , o líquido X não pôde ser identificado.

Conclusão

Sabemos que para qualquer experimento que será realizado no laboratório temos que privar pela segurança de todos os presentes, isso inclui o uso de vestimentas devidas, a organização e limpeza da bancada e o manuseio correto de toda a aparelhagem presente no laboratório. Foram apresentados os equipamentos e vidraria necessários para o desenvolvimento do experimento, bem como seu uso correto. Nessa primeira prática, foi observada a medida da temperatura de ebulição da água, foi analisados a capacidade e desvios de aparelhos, calculados o desvio padrão de medidas e determinada a densidade de um líquido a princípio desconhecido. Em todo experimento devem ser expressos corretamente os valores encontrados experimentalmente, e é necessário se trabalhar com medidas precisas e exatas e levar em conta os desvios de erro.