TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O PROCESSO SAÚDE-DOENÇA

Por:   •  9/1/2019  •  Dissertação  •  7.075 Palavras (29 Páginas)  •  43 Visualizações

Página 1 de 29

[pic 1][pic 2]

ANA CAROLINE ARRUDA ZACHARIAS

PORTFÓLIO

PROCESSO DE SAÚDE-DOENÇA

[pic 3]

Londrina

2018


ANA CAROLINE ARRUDA ZACHARIAS

PORTFÓLIO:

PROCESSO SAÚDE-DOENÇA

Orientador: Sarah Beatriz Coceiro Meirelles Félix                Silvia Karla Azevedo Vieira Andrade

Londrina

2018


ÁREA PESSOAL

Meu nome é Ana Caroline Arruda Zacharias, tenho 20 anos, nasci em Londrina no dia 20 de maio de 1997, moro com meus pais e minha irmã mais nova. Tenho 5 irmãos, dois irmãos uterinos, dois irmãos consanguíneos e a mais nova irmã de pai e mãe, irmãos maternos eu tenho o Claudinei (já falecido) e a Ana Claudia, irmãos paternos eu tenho o Washington e a Ingrid e como irmã germana eu tenho a Greice, que é a minha melhor amiga.

Eu escolhi a enfermagem pois sempre pensei em uma profissão para cuidar das pessoas, uma profissão que me completasse. Todos que me conhece sabe que enfermagem é o amor da minha vida, é o que eu quero para o resto da minha vida, desde o momento que eu escolhi essa carreira tive que passar por vários obstáculos como a aceitação do meu pai que não aprovou muito no início, a dificuldade de ter que se esforçar por um objetivo.

Prestei vestibular no último ano do ensino médio em 2015, não passei por pouco, mas não estava preparada para uma faculdade e toda a responsabilidade que vem com ela, em 2016 eu tentei outra vez porém não passei pois não utilizei a cota de negro que eu tinha direito pois acreditava que iria conseguir sem ela e outra vez reprovei fiquei muito arrasada pois havia abrido mão de finais de semanas, festas e viagens para estudar, então em 2017 entrei no cursinho e fiz tudo diferente estudei muito mais me dediquei muito então eu passei em duas universidades públicas (UEL, UENP) um grande orgulho para mim e minha família.

No entanto não consegui esses feitos sozinha, tive muito apoio dos meus pais, meus irmãos, das minhas tias preferidas, que são meus espelhos profissionais a Sandra e a Terezinha, meus amigos e por fim meu namorado. O Gabriel é um dos grandes motivos para eu não desistir, sempre quando eu desanimava do meu objetivo ele me lembrava que era capaz e eu sou muito grata por ter pessoas assim na minha vida.

Eu me considero uma pessoa muito determinada que defende os meus interesses até o final e se foi tão difícil para eu chegar até aqui eu vou lutar para concluir essa etapa.

ÁREA ACADÊMICA

PROBLEMA 1 : O SER HUMANO E SOCIEDADE

        No dia 23 de abril, assisti ao filme Babel dirigido por Alejandro González Iñárritu. Neste primeiro problema percebi as diferentes culturas no mundo, chegando a ser estranho certos tipos de atitudes e costumes.

        Vi no filme como apenas um evento desencadeou vários outros acontecimentos, como efeito borboleta, interligando quatro países, Marrocos, Japão, México e Estados Unidos, o filme conta a história de sete pessoas de continentes diferentes e como essas vidas se conectam a partir de um evento como um efeito borboleta.

        De acordo com pesquisas de gráficos ao site Index Mundi, site com base na ONU e Cia World Factbook, a taxa de alfabetização no ano de 2015 os países Japão e estados unidos tem a porcentagem de 99%, chegando a quase zero a taxa de analfabetização nesses países, em seguida o México com 94,5%, ficando por último em relação ao filme, Marrocos com 68,5% da população alfabetizada, levando em conta que o sistema educacional marroquino é obrigatório para crianças até 12 anos porem o nível de analfabetismo chega quase a metade da população.

        Com base nesses dados pude mostrar a diferença econômica de cada pais, levando em conta, quanto maior o desenvolvimento maior é o investimento em alfabetização.

        Com base na mesma fonte, vi que os gastos em saúde nesses diferentes países variam muito de acordo com o PIB do mesmo. Em 2014 o Estados Unidos investiu 17,1% do PIB nacional em tecnologias médica, paramédica e enfermagem, logo em seguida no mesmo ano Japão  com 10,2%, posteriormente México investiu 6,3% do saldo nacional, por fim Marrocos com 5,9%, pude ver com o filme uma grande carência em saneamento básico e atendimento hospitalar. Talvez a acomodação cidadãos que não luta por melhorias e mais direitos os deixem nesta situação.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (45.4 Kb)   pdf (360.5 Kb)   docx (918.8 Kb)  
Continuar por mais 28 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com