TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Fichamento do Filme Tempos Modernos

Por:   •  14/5/2018  •  Resenha  •  1.077 Palavras (5 Páginas)  •  8 Visualizações

Página 1 de 5

Resumo do Filme “Tempos Modernos”

O filme começa mostrando um operário trabalhando numa fábrica. Ele executa uma tarefa repetitiva, de apertar parafusos. Ele fica viciado em fazer isso e sai por aí achando que tudo é parafuso, até os botões do vestido.

Certa vez, chegam alguns homens à fábrica e mostram ao presidente uma nova invenção. Trata-se de uma máquina que serve o almoço dos funcionários. O pobre operário é convidado a servir de cobaia da engenhoca. Ela não funciona como o esperado e o patrão desiste de comprá-la.

O personagem enlouquece e mexe nas alavancas do maquinário aleatoriamente, de modo a desregular tudo e quebrar as máquinas. Devido à sua loucura, ele é então internado em um hospital. Lá recebe tratamento e, após algum tempo, é liberado.

Logo que sai do hospital, se depara com a fábrica fechada. Nesse momento, na rua estava ocorrendo uma manifestação de operários. Ele pega inocentemente uma bandeira que estava no chão e começa a balançar. Atrás dele havia uma multidão de manifestantes. A polícia acha que ele era o líder e resolve prendê-lo.

Na cadeia ele divide cela com um homem que o trata mal.

Certa vez, durante a refeição, há um preso sentado ao seu lado que porta cocaína. Chegam então policiais para levar esse homem. Porém, pouco antes dos policiais entrarem no refeitório, o preso pega a droga que escondia na roupa e deposita no saleiro. A polícia leva o portador ilegal da droga. Em seguida, o protagonista do filme coloca a droga que está no saleiro em sua comida, achando que é sal. Ele fica drogado e fora de si.

Os presos rendem os guardas e prendem eles na cela, com a intensão de fugirem. O protagonista, que estava drogado, solta os guardas e consegue impedir a fuga dos presos. Por agradecimento, os policiais o colocam em uma cela especial sozinho. Pouco depois lhe é concedida a liberdade; inclusive o delegado faz uma carta de recomendação para ajudá-lo a conseguir um novo emprego.

Em seguida, aparece uma jovem no cais, que passava fome e estava roubando bananas de um barco. Ela foge com as bananas e as leva para casa.

Com ela moravam suas duas irmãs menores e seu pai, que estava desempregado. O pai morre durante uma manifestação. Suas duas irmãs são internadas em um orfanato. A jovem, que não queria ser internada, foge.

A moça, que passava fome, vê um carro parado na frente de uma padaria carregado de alimentos. Ela rouba um filão de pão e sai correndo. Na correria, ela tromba com o protagonista e os dois caem no chão. Ele, que queria ser preso novamente, pois na prisão sua vida era melhor do que em liberdade, assume a autoria do crime. Porém o engano logo é desfeito, o rapaz é solto e a jovem presa.

Ele, que também queria ser preso, rouba um restaurante. Ambos são colocados no mesmo camburão e, durante um acidente com o carro, fogem e vão morar juntos.

O operário arranja um emprego de guarda noturno de uma loja de departamentos. Durante a noite ele leva a jovem para o interior da loja e lhe dá comida e brinquedos. Eles roubam patins e ficam andando pela loja. Eles vão para o departamento de cama, mesa e banho e a moça deita numa cama e dorme.

Pouco tempo depois, ladrões invadem a loja e rendem o pobre segurança. Porém eles dizem que não são ladrões e que estão com fome. O protagonista os reconhece, lembra que eles são seus antigos colegas de prisão. O rapaz é pego dormindo em cima do balcão, no meio das roupas. Ele é demitido.

O rapaz é preso novamente. Fica alguns dias na prisão. Ele é solto e a moça o espera na porta da cadeia. Ela, entusiasmada, conta que conseguiu uma casa para eles morarem. Eles chegam à casa, que era bem simples.

Certa vez, o rapaz tomava café e lia o jornal. Então ele viu no jornal que as fábricas reabriram e que havia uma vaga de emprego. Não pensou duas vezes e saiu correndo até a fábrica. Lá havia uma multidão na porta. Ele passa pela multidão e consegue entrar. Ele é contratado para trabalhar na fábrica consertando máquinas.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6 Kb)   pdf (43.6 Kb)   docx (12.3 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com