TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

FUNDIÇÃO RIO NEGRO

Por:   •  3/6/2014  •  689 Palavras (3 Páginas)  •  1.258 Visualizações

Página 1 de 3

Estudo de CASO: FUNDIÇÃO RIO NEGRO

A fundição Rio Negro é uma empresa de médio porte, cujo ramo de atividade é a produção e venda de equipamentos e maquinarias para fundição. Sua diretoria compõe-se de:

Diretor-presidente: Alberto dos Santos Novaes

Diretor Comercial: Júlio Siqueira Campos

Diretor Industrial: Marcos Roberto Magalhães

Alberto dos Santos Novaes é uma pessoa desinteressada pelos problemas da empresa, deixando isso a cargo dos outros diretores. Não se preocupa nem com os operários, nem com o trabalho. É o acionista majoritário da empresa, importando-se apenas com sua situação financeira e com seu status social.

Júlio Siqueira Campos está ligado ao setor de Vendas. Ficam a seu cargo as comissões sobre as vendas próprias e dos outros vendedores, no que tem demonstrado excesso de interesse, pois solicita mensalmente o custo dos equipamentos, peças e acessórios, para posterior ajuste no preço, aumentando, assim, suas comissões nas vendas. Divide o número de ações com o terceiro diretor, Marcos Roberto Magalhães. Este é voltado exclusivamente para a Produção, mas leva em consideração as condições de seus subordinados. Constantemente, supervisiona a fábrica no que se refere ao serviço dos operários. Quando encontra alguma dificuldade, costuma dirigir-se ao encarregado do setor, porém, em alguns casos de indisciplina ou falha técnica, não respeita a autoridade do mestre, dirigindo-se diretamente ao operário.

Cada um dos três diretores possui autoridade suficiente para contratar novos empregados e despedi-los sem dar satisfação a nenhum dos outros, não permitindo nenhuma intervenção em suas respectivas áreas.

A empresa fabrica equipamentos padronizados para fundição, por meio de produção em série, e equipamentos diferenciados sob encomenda, conforme especificações solicitadas pelos clientes. É a única empresa que produz tal tipo de equipamento no País.

O Departamento de Compras está sob a gerência de Luiz Alves Macedo, que executa suas tarefas mecanicamente, sem nenhum planejamento ou controle e sem o mínimo interesse pelo cargo que ocupa. Só funciona quando pressionado pelas circunstâncias. Luiz não é inexperiente, mas seu procedimento acarreta vários problemas para os demais setores da empresa, pois não se coordena nem mesmo com o setor de almoxarifado. Falta-lhe técnica de compras e sua função é independente, sem nenhum superior supervisionando suas tarefas. Sua permanência dentro da empresa, apesar desses problemas, deve-se à sua estreita amizade com o Diretor Industrial.

O Departamento Técnico está subordinado ao Diretor Industrial e apresenta sérias deficiências na elaboração de desenhos e projetos, erros nos cálculos, na escolha

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.7 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com