TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Gerenciamento Ágil De Projetos Em TA

Por:   •  20/1/2015  •  Projeto de pesquisa  •  3.361 Palavras (14 Páginas)  •  140 Visualizações

Página 1 de 14

1 Introdução

Desde a Crise do Software, que forçou com que as Software Houses realizassem projetos de desenvolvimento de Software de uma maneira mais profissional e organizada, muitas metodologias para esse desenvolvimento surgiram. Linguagens foram criadas para modelar e facilitar o entendimento do produto pelo cliente e pela própria empresa desenvolvedora [1].

Na década de 70, a atividade “desenvolvimento de software” era executada de forma desorganizada, desestruturada e sem planejamento. Gerava-se um produto final de má qualidade pois não existia documentação, era entregue fora do prazo ou o levantamento de tempo e esforço não correspondia com a real necessidade. Muitas vezes, esta atividade não satisfazia as necessidades do cliente, desperdiçavam-se recursos da empresa e aumentavam-se gastos que não viriam a ser compensadores para o cliente, demandando tempo, esforço e dinheiro. Essa época ficou conhecida como Crise do Software [1].

A partir deste cenário, surgiu a necessidade de tornar o Desenvolvimento de Software como um processo estruturado, planejado e padronizado, para que as necessidades fossem atendidas e os gastos com informatização de processos de informações se tornassem compensadores.

Para o atendimento desta padronização, surgiram Metodologias de Desenvolvimento que dividem o processo de desenvolvimento em fases pré-definidas. Essas Metodologias se adequam às características organizacionais, ao ambiente de desenvolvimento implantado em uma organização e às características dos projetos: O tempo que pode ser gasto e a real necessidade do cliente a fim de estimar custos e prazos reais.

Entretanto, a crise do software perdura até hoje. Mesmo com técnicas avançadas de desenvolvimento e padrões consolidados na área de criação de softwares, ainda existem características da época da crise: projetos atrasados, erros de estimativa de custos e de tempo que tornam o processo, ainda que sistematizado, passível de muitos erros.

Um famoso estudo feito pelo Standish Group, publicado anualmente, mostrava na sua última revisão em 2009 [2]:

• 24% dos projetos fracassam

• 44% dos projetos são entregues com sucesso parcial

• E apenas 32% dos projetos obtêm sucesso.

A pergunta que fica é: O que podemos fazer para aumentar estes 32%?

2 Processo de desenvolvimento de software

Pela perspectiva dos clientes o processo de desenvolvimento de um software muitas vezes se assemelha a uma “caixa-preta”. Os requisitos entram por um lado e o produto sai do outro, normalmente muito tarde. Neste intervalo podemos ver a Especificação Funcional e outros documentos e produtos que nos mostra que alguma coisa está acontecendo, mas que não podemos ter certeza do que exatamente. Normalmente, a probabilidade de uma mudança de requisito aumenta com o tamanho do projeto, o que aumenta ainda mais a dúvida se o resultado do projeto vai atender as nossas necessidades. Então só resta aguardar e ter esperança que tudo dê certo. Os resultados, no entanto, são incertos e normalmente decepcionantes. Os clientes normalmente ao verem o resultado pela primeira vez tem a síndrome da reação “Sim... Mas...” [3]:

Sim, isto é realmente legal e apreciamos o que foi feito, mas não é exatamente o que precisamos. Talvez:

1. Você não tenha entendido o que queríamos, ou

2. Você tenha entendido, mas mesmo assim tenha feito algo diferente, ou

3. Isto é o que queríamos, mas agora precisamos de algo diferente

O que precisamos é de uma forma do cliente ver e avaliar o progresso antes que seja tarde demais. Precisamos de um processo que ofereça visibilidade mais cedo e que aceite mudanças, mas que mantenha rigor em relação à qualidade.

3 Metodologias de desenvolvimento

Metodologia de Desenvolvimento é um conjunto de práticas recomendadas para o Desenvolvimento de Software, sendo que essas práticas, geralmente, passam por fases ou passos que são subdivisões do processo para ordená-lo e melhor gerenciá-lo [4].

3.1 Metodologias Tradicionais

As metodologias consideradas tradicionais têm como característica marcante serem divididas em etapas e/ou fases. Essas fases são muito bem definidas

...

Baixar como (para membros premium)  txt (23.5 Kb)  
Continuar por mais 13 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com