TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Análise Estrutural de Porter

Por:   •  10/9/2013  •  Resenha  •  439 Palavras (2 Páginas)  •  511 Visualizações

Página 1 de 2

2-Descreva cada um dos elementos da Análise Estrutural de Porter (Modelo de Porter de ambiente competitivo), tendo como base o Mercado Cervejeiro

Concorrentes: A rivalidade entre os Concorrentes é a força competitiva mais significativa e certamente o palco onde se definirá o sucesso, ou fracasso, dos atuais e futuros participantes do mercado. Porém, mesmo não sendo um mercado caracterizado por uma grande quantidade de concorrentes, a disputa é intensa devido suas estratégias de preço e propaganda. A facilidade (baixo custo) que o ponto de venda tem para mudar de fornecedor é outro ponto desfavorável aos fabricantes da indústria cervejeira, que facilmente podem perder pontos importantes da sua rede de distribuição para os concorrentes.

Ameaças de novos entrantes: As barreiras que dificultam a entrada das empresas na indústria cervejeira são: a exigência de economias, o acesso a canais de distribuição e a diferenciação do produto. Guerras de preço e de publicidade no mercado de cerveja são outras fortes barreiras à entrada. Investir vastos recursos financeiros de modo a competir cria uma barreira de entrada.

Ameaças de produtos substitutos: A influência dos produtos "substitutos" é muito pequena se considerarmos a longa tradição. O que exerce forte influência neste mercado é a relação de dependência, entre o nível de renda da população e o consumo de cerveja. Muitas pessoas deixam de tomá-la - ou a substituem por outra bebida alcoólica - em condições financeiras desfavoráveis, mas pode se dizer que isso não vai se perdurar por muito tempo, pois assim que a economia e o nível de renda melhorar, os consumidores retornam ao seu hábito

Fornecedores: Diz que os fornecedores não possuem atualmente, força expressiva sobre a indústria cervejeira. Os fabricantes de cerveja no Brasil são poucos e estão mais concentrados do que as indústrias dos fornecedores, com o que fica diminuído o poder de barganha destes em relação aos preços e condições de qualidade oferecida.

Consumidores: O poder de negociação dos clientes compradores tem se apresentado na forma de barganha por menores preços, colocando os concorrentes fornecedores uns contra os outros. Considerando que a venda de cerveja geralmente representa um grande percentual no faturamento de um ponto de venda, fica bastante difícil a negociação entre a indústria e o dono do ponto, uma vez que este se sente motivado a empenhar todos os seus recursos e energia para forçar preços de custo menores e condições de pagamento mais favoráveis. Além disto, a "fidelidade" e a "lealdade" dos donos dos pontos de venda - e mesmo dos consumidores finais - têm estado em baixa, pois o quesito qualidade do produto, ou seja, sua conformidade com relação às suas especificações, tem se aproximado muito entre os fabricantes.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.8 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com