TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Memorial Do Processo De Institucionalização Do Serviço Social

Por:   •  28/4/2013  •  352 Palavras (2 Páginas)  •  1.582 Visualizações

Página 1 de 2

Introdução:

È uma profissão de homens e mulheres que trabalham para atender as necessidades sociais da população, defendendo os direitos básicos do cidadão. De caráter sócio-político e crítico, se utiliza de instrumental científico multidisciplinar para intervenção nas desigualdades sociais. As primeiras escolas de Serviço Social surgem no Brasil na década de 30, quando se desencadeia no país o processo de industrialização e urbanização. Sob influência católica européia, a profissão se referencia na doutrina social da Igreja.

Nos anos 40 e 50, o Serviço Social brasileiro passa a receber influência norte-americana, marcada pelo tecnicismo e sua ênfase de ajuda psicossocial..

Em 15 de maio de 1962, o Decreto Federal nº 994 regulamenta a Lei nº 3.252, de 27 de agosto de 1957, criando os até então Conselhos Federal e Regional de Assistentes Sociais (CFAS/CRAS) para orientar, disciplinar e fiscalizar o exercício da profissão. Com o Decreto foi instituído o Dia do Assistente Social. O profissional começa sua atuação para as áreas de pesquisa, gestão, planejamento, acompanhamento e avaliação de programas sociais, além das atividades de execução e desenvolvimento de ações de assessoria aos setores populares.

Deixa de sofrer interferências da Igreja e passa a fazer interlocução com as Ciências Sociais, assumindo então referenciais teóricos críticos. A profissão se aproxima também dos movimentos “de esquerda.

Na década de 90 o país sente de forma incisiva os efeitos do neoliberalismo, da flexibilização da economia e reestruturação no mundo do trabalho, do enfraquecimento do Estado e da retração dos direitos sociais. O Serviço Social dá então um novo significado à sua práxis, direcionando-se à competência ética, política e teórica, e vinculando-se à defesa de valores para a emancipação do indivíduo e radicalização da democracia.

O Serviço Social surgiu a partir dos anos 1930, quando se iniciou o processo de industrialização e urbanização no país. A emergência da profissão encontra-se relacionada à articulação dos poderes dominantes (burguesia industrial, oligarquias cafeeiras, Igreja Católica e Estada varguista) à época, com o objetivo de controlar as insatisfações populares e frear qualquer possibilidade de avanço do comunismo no país.

Profissão manteve um viés conservador, de controle da classe trabalhadora, desde seu surgimento até a década de 1970.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.4 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com