TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Modelo Organizacional Aplicado na Premium Care

Por:   •  28/1/2019  •  Trabalho acadêmico  •  1.404 Palavras (6 Páginas)  •  18 Visualizações

Página 1 de 6

Modelo Organizacional aplicado na Premium Care

Tendo presente os dois últimos pontos do capítulo I - Inserção Institucional, é pertinente mencionar o Modelo Organizacional seguido na instituição. O mesmo, não só irá resumir e organizar as informações acima referidas como também enriquecerá o conhecimento relativamente à compreensão da instituição.

A instituição Premium Care, relativamente aos modelos de organização, com base na observação efetuada e nas conversas informais com a orientadora institucional, enquadra-se na teoria clássica da administração[1].

A teoria clássica de administração, foi idealizada por Henri Fayol, um engenheiro francês, que viveu entre 1841 e 1925.

Tal como Taylor (modelo de administração cientifica ou taylorismo), Fayol também tinha como preocupação de base, a eficiência dos trabalhadores na organização.

O modelo clássico de administração ou fayolismo, incide nas funções administrativas. Fayol considera que, de entre as várias funções da organização - técnicas, comerciais, financeiras, contabilísticas, administrativas e funções de segurança - as mais significativas são as funções administrativas. Estas por sua vez englobam um conjunto de tarefas. Passa-se a explicar a aplicabilidade das mesmas, na instituição Premium Care.

  1. Tarefas Previstas 

A Premium Care, possui planos anuais e mensais de atividades, festas, reuniões e ações de formação. Nos mesmos é descrito o que se realizará, quando se realizará e quem estará presente.

É de enfatizar, que apesar de todos os eventos terem uma data estabelecida, por vezes essa data sofre alterações, pois em uma instituição como a Premium Care há sempre imprevistos.

  1. Tarefas de Organização

A gestão é efetuada de forma a dar uma resposta a nível social, garantindo que as competências dos utentes sejam sempre valorizadas. É um trabalho individual, onde se vê o utente como um todo. No entanto são necessários recursos materiais, para melhor responder e acompanhar o utente. É necessário existir uma gestão dos recursos, que por vezes são escassos.

  1. Tarefas de Comando 

Esta instituição conta com uma liderança democrática.

Como já foi referido, a assistente social representa a autoridade máxima na instituição, ficando apenas em segundo lugar do proprietário da instituição.

  1. Tarefas de Coordenação 

Na Premium Care, existe uma articulação entre todos os técnicos. Por exemplo, alguns utentes antes de realizarem terapia ocupacional precisam, primeiramente, de realizar fisioterapia, de forma a ganhar determinados movimentos perdidos, posteriormente poderão, então, reaprender capacidades ou competências perdidas, com o auxilio da terapeuta ocupacional.

As reuniões de equipa são realizadas com frequência, constituindo uma técnica essencial para o bom funcionamento da instituição. Nessas reuniões os técnicos partilham conhecimentos relacionados com as potencialidades e fragilidades do utente, de forma a delinear estratégias ou linhas orientadoras com o objetivo de melhorar o apoio prestado ao utente.

A mesma técnica é utilizada, também, durante o processo de admissão do utente, o mesmo é avaliado por todas os técnicos. A equipa faz uma avaliação das dificuldades que o utente apresenta. Posteriormente a assistente social elabora um relatório social, onde a profissional descreve toda a situação do utente.

  1. Tarefas de Controle 

A instituição conta com diversos protocolos, como por exemplo, protocolo de maus tratos físicos, ou seja como atuar caso ocorram maus tratos dentro da instituição. Protocolo de admissão dos utentes, ou seja como proceder perante uma admissão. Protocolos de reclamações, ou seja como proceder perante uma reclamação, existe, também, um protocolo onde explicita como proceder ao acolhimento dos utentes e de novos funcionários.

Fayol desenvolveu, também, diversos princípios, que se passa a enumerar e explicar como os mesmos são aplicados na Premium Care.

  1. Princípio da Proporcionalidade

Todos os níveis possuem funções administrativas, com graus diferenciados. Como por exemplo, o pessoal auxiliar tem de preencher um livro de ocorrências (passagem de turnos) onde descrevem o posicionamento, a alimentação, saídas ao exterior e outros aspetos pertinentes, relacionados com os utentes.

A intervenção também é registada por todos os técnicos que a realizam, por exemplo a terapeuta ocupacional descreve o conteúdo da sessão realizada e as competências trabalhadas, as fisioterapeutas descrevem a evolução dos utentes. No entanto a assistente social possui funções administrativas de maior grau.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9.7 Kb)   pdf (136.7 Kb)   docx (17.9 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com