TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Sociologia De Max Weber

Artigo: Sociologia De Max Weber. Pesquise 790.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  23/11/2013  •  527 Palavras (3 Páginas)  •  300 Visualizações

Página 1 de 3

Aula-tema 3: Enfoques teóricos da Sociologia na Educação: Sociologia de Max Weber

Introdução:

Max Weber desenvolveu a concepção sobre a educação na sociedade, através de suas análises o filosofo chegou a conclusão que a sociedade moderna não estava evoluindo deixou de ter significado, os indivíduos estavam presos não se desenvolviam, pois seguiam uma educação racional burocrática que impedia o individuo a progredir.

Para reverter à situação da sociedade moderna Weber começou a defender a educação carismática e especializada que tem como objetivo transformar homens capazes de refletir, ter opiniões próprias com carisma e disciplina.

Passo 1: Para Weber ainda nos dias de hoje muitos professores utilizam o método tradicional, onde os alunos sentam enfileirados como robôs, e tem o dever de aprender de acordo com o que se cobra da sociedade, sem ter a oportunidade de questionar e expressar suas opiniões.

Muitas vezes os professores não se importa se o aluno aprendeu ou não, se preocupa só em passar conteúdos, não respeitando aqueles que tem dificuldades na aprendizagem. Weber diz que o bom professor é aquele que se comporta como um feirante, ensinando os alunos todos os conteúdos, dando oportunidade para questionar o que foi aplicado, para Weber, essa seria a educação carismática.

Weber critica o docente que se comporta como um rígido treinador de futebol que transmite os conteúdos e impõe regras sem que o aluno possa refletir e não dando oportunidade para o aluno expressar sua opinião, esse comportamento para Weber é chamado de pedagogia racional e burocrática.

Passo 2: Segundo a teoria de Max Weber o professor deve incentivar o aluno a pensar e abrindo espaço para questionamentos e trabalhando com métodos diferenciados com aqueles que apresentam dificuldades de aprendizagem.

O professor adquire um papel fundamental para a formação do aluno, priorizando sua independência de reflexão.

Para Weber o espírito carismático pode ser o caminho para aqueles que querem a liberdade, ele compara a liberdade com a dança ou um jogo sem regras, onde os educandos possam ter autonomia .

Passo 3: Sim, a maioria dos professores se comportavam como burocráticos-disciplinadores, eram rígidos e passavam insegurança para os alunos, muitas vezes não era permitido questionar e muito menos opinar.

A avaliação era feita em forma de questionários prontos pra que fosse decorados, após a correção, o professor atribuía nota aos alunos de acordo com o número de respostas certas. O aluno que tirava nota baixa era punido e repreendido pelo professor, que não se importava em aplicar uma metodologia diferenciada para aqueles que apresentavam dificuldades de aprendizagem. Muitos alunos voltavam para casa com muitas dúvidas e desmotivados, reprovando no final do ano letivo e até abandonando a escola.

Naquela época, os alunos não eram incentivados a leitura, a reflexão, a trabalhar em grupo.

Portanto me senti prejudicada na minha formação escolar com tais comportamentos da parte dos professores, não fui estimulada a pensar, ter autonomia e opinião própria.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.2 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com