TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Sobre a obra Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre

Ensaio: Sobre a obra Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre. Pesquise 793.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  3/6/2013  •  Ensaio  •  1.151 Palavras (5 Páginas)  •  429 Visualizações

Página 1 de 5

Sobre a obra Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre, é correto dizer que:

Escolher uma resposta.

a. não teve impacto nem no campo teórico nem no campo político.

b. afirmava que a mestiçagem era a causa do atraso brasileiro.

c. refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços.

d. abordou a cultura brasileira apenas em seu aspecto religioso.

e. rompeu com o mito da democracia racial.

Question 2

Notas: 1

Tendo em vista as leituras feitas para essa aula, analise a charge abaixo, publicada no jornal Folha de São Paulo, em 20 de novembro de 2006.

A charge é uma representação:

Escolher uma resposta.

a. da inexistência de desigualdades no Brasil.

b. de que questão étnica não está relacionada a desigualdades sociais.

c. do mito da democracia racial.

d. de que o Brasil é uma sociedade inclusiva.

e. da democracia racial brasileira.

Question 3

Notas: 1

O futebol tem sido exaltado ao longo do tempo como o reino da democracia racial no Brasil e espaço de afirmação de afrodescendentes, como Domingos da Guia, Leônidas da Silva e Djalma Santos. Todavia, em profundo contraste com o êxito obtido nos gramados, no momento em que esses atletas se lançaram na carreira de treinadores, colheram apenas insucessos.

Em meados dos anos 1940, Domingos da Guia ainda se mostrava capaz de atuações magistrais. A "Gazeta Esportiva" o considerara "soberbo" no prélio entre Brasil e Argentina, disputado no Pacaembu, e aproveitou para persuadir o Corinthians, clube onde atuava o zagueiro, a renovar seu contrato.

Após pendurar as chuteiras, com efeito, Da Guia foi tentar a sorte como treinador. Mas em 1954, o mesmo órgão de imprensa lamentava sua inaptidão, incluindo-o no rol daqueles “que nada – mas nada mesmo – realizaram como técnicos”.

(FLORENZANO, José Paulo . “Treinador é coisa de branco”. Folha de São Paulo, 30 de maio de 2010)

Tendo como base o trecho da reportagem e os materiais da aula, assinale a resposta correta:

Escolher uma resposta.

a. Todos os técnicos negros de futebol brasileiros obtiveram sucesso.

b. Domingos da Guia foi um técnico inapto porque era negro.

c. Nenhuma das demais alternativas.

d. O futebol é mais um exemplo de que a democracia racial brasileira é um mito.

e. O futebol é o melhor exemplo da democracia racial brasileira.

Question 4

Notas: 1

O cartunista Maurício Pestana, autor das duas charges abaixo, tem muitos trabalhos que promovem uma reflexão sobre a questão racial.

Tendo em vista os materiais da aula, é correto afirmar que as relações de trabalho apresentadas nas charges mostram que:

Escolher uma resposta.

a. as leis trabalhistas brasileiras promovem a discriminação racial.

b. as pessoas altas não são bons trabalhadores.

c. o racismo no ambiente de trabalho existe, mas é dissimulado.

d. todos os trabalhadores são tratados com igualdade.

e. não se deve chegar cedo a uma entrevista de emprego.

Question 5

Notas: 1

A feijoada, a capoeira e o samba exemplificam:

Escolher uma resposta.

a. a igualdade social existente no Brasil.

b. elementos, tradicionalmente associados à cultura africana, que passaram a fazer parte do discurso oficial sobre a identidade nacional brasileira.

c. elementos tipicamente europeus que foram apropriados como parte da identidade nacional brasileira.

d. a democracia racial que vigora no Brasil.

e. a identidade tradicional dos índios brasileiros.

Question 6

Notas: 1

Tendo em vista os materiais da aula, analise o trecho abaixo, parte da letra da música “Inclassificáveis”, de Arnaldo Antunes:

que preto branco índio o quê?

branco índio preto o quê?

índio preto branco o quê?

aqui somos mestiços mulatos

cafuzos pardos mamelucos sararás

crilouros guaranisseis e judárabes

orientupis orientupis

ameriquítalos luso nipo caboclos

orientupis orientupis

iberibárbaros indo ciganagôs

somos o que somos

inclassificáveis

Ela representa um ponto de vista segundo o qual:

Escolher uma resposta.

a. o Brasil apresenta uma classificação racial baseada na ideia de origem.

b. o Brasil é um país profundamente miscigenado, no qual é difícil estabelecer classificações étnico-raciais.

c. os brasileiros apenas se classificam racialmente de acordo com as categorias do IBGE.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.8 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com