TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A CRIANÇA E O BRINQUEDO DESTRUÍDO: “O PAPAGAIO DE PAPEL”, DE MANUEL CAVALCANTI PROENÇA

Por:   •  7/3/2019  •  Artigo  •  8.393 Palavras (34 Páginas)  •  12 Visualizações

Página 1 de 34

[pic 1]

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA – VIC

  2013/2014

LARISSA RUTH SINIAK DOS ANJOS

RELATÓRIO FINAL DE PROJETO DE IC-VIC

A CRIANÇA E O BRINQUEDO DESTRUÍDO: “O PAPAGAIO DE PAPEL”, DE MANUEL CAVALCANTI PROENÇA

CUIABÁ-MT

Fev/2014

LARISSA RUTH SINIAK DOS ANJOS

Iniciação Científica/ Voluntariado de Iniciação Científica – VIC

Letras / Instituto de Linguagens

A CRIANÇA E O BRINQUEDO DESTRUÍDO: “O PAPAGAIO DE PAPEL”, DE MANUEL CAVALCANTI PROENÇA

Relatório Final apresentado à Universidade Federal de Mato Grosso, Pró-Reitoria de Pesquisa, Programa de Iniciação Científica/Voluntariado de Iniciação Científica (VIC), sob orientação da Prof.ª Dr.ª Célia Maria Domingues da Rocha Reis.

CUIABÁ-MT

Fevereiro de 2014


SUMÁRIO

RESUMO -------------------------------------------------------------------------------------------- 04

1. INTRODUÇÃO ---------------------------------------------------------------------------------- 04

2. REVISÃO DE LITERATURA ----------------------------------------------------------------- 05

3. METODOLOGIA -------------------------------------------------------------------------------- 07

4. RESULTADOS E DISCUSSÃO -------------------------------------------------------------- 07

5. CONCLUSÕES ---------------------------------------------------------------------------------- 20

6. ATIVIDADES DESENVOLVIDAS ---------------------------------------------------------- 20

7. DIFICULDADES ENCONTRADAS E AÇÕES ADOTADAS PARA SUPERAÇÃO DAS DIFICULDADES ---------------------------------------------------------------------------- 21

8. CONSIDERAÇÕES FINAIS ------------------------------------------------------------------- 21

9. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS -------------------------------------------------------- 22

A CRIANÇA E O BRINQUEDO DESTRUÍDO: “O PAPAGAIO DE PAPEL”, DE MANUEL CAVALCANTI PROENÇA

Resumo

        Nesta pesquisa objetivamos fazer a leitura, análise e interpretação do conto “O Papagaio de Papel”, um dos mais importantes já escritos em língua portuguesa, segundo a crítica especializada (MAGALHÃES, 2001), extraído do livro O alferes e outras estórias, de Manuel Cavalcanti Proença.

A análise foi feita pela exploração dos recursos de linguagem que caracterizam a obra como literária, e por meio dos quais o autor desenvolve uma temática da infância: o universo criativo e imaginativo das crianças; o brinquedo e a sua perda; a postura do adulto diante dessa relação da criança com o brinquedo.

        

1. Introdução 

Há pouco tempo era comum ver crianças brincando na rua, soltando pipas, jogando bola, brincando de esconde-esconde, pega-pega, amarelinha, queimada, bets, dentre várias outras brincadeiras comuns na infância. Mas esses hábitos foram se alterando e esse cenário já está praticamente escasso, por vários motivos. Dentre eles, o espaço urbano circundado de violência, as inovações tecnológicas cada vez mais atraentes ao público infantil, a falta de tempo dos pais devidos aos afazeres do dia-a-dia, a falta de tempo também das próprias crianças que, em sua rotina, têm as mais variadas atividades, tais como balé, inglês, informática, futebol, música etc. Esses e outros fatores contribuem para a redução do tempo das crianças para as brincadeiras concernentes à sua idade.

No entanto, ainda nos arredores das cidades, sobretudo nos das cidades menores, nos espaços de lazer, é possível encontrar meninos com seus brinquedos, jogando bola, empinando papagaio – sendo este último um dos brinquedos que mais exigem da criança, pois cabe a ela construí-lo com ciência para que ele cumpra o objetivo de voar.

Essa relação da criança com o brinquedo é muito instigante e sobre ela foram escritas muitas obras literárias, desenvolvidos muitos estudos científicos.

        Por meio da presente pesquisa, desenvolvemos um estudo sobre a importância do viver imaginativo e criador da criança, embasando-nos em estudos como os realizados pelo pediatra e psicanalista Donald Woods Winnicott, segundo a obra O brincar e a realidade (1975), e de Walter Benjamin em sua obra Reflexões: a criança, o brinquedo e a educação (1984), segundo o qual, é na infância que são fixadas as bases de nossa existência futura, e é através da exploração do brinquedo que a criança descobre e entende o mundo.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (53.8 Kb)   pdf (349.1 Kb)   docx (48.1 Kb)  
Continuar por mais 33 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com