TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha : Psicologia Uma Nova Introdução

Por:   •  16/11/2014  •  1.108 Palavras (5 Páginas)  •  2.236 Visualizações

Página 1 de 5

CENTRO UNIVERSITÁRIO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE BRASÍLIA

____________________________________¬¬¬¬¬¬_____________________________________________________

Aluna: Ivone Carvalho De Lima

Matrícula: 1411120232

Curso/turno: Psicologia, matutino.

PSICOLOGIA UMA (NOVA) INTRODUÇÃO

Brasília, 12 de Outubro de 2014

Resenha Crítica do livro Psicologia uma Nova Introdução

FIGUEIREDO, L.C.M. e SANTI, P.L.R. Psicologia uma (nova) introdução. São Paulo, EDUC-editora da PUC-SP, 2002.

Luiz Cláudio Mendonça Figueiredo fez graduação em psicologia na Universidade Federal do Rio de Janeiro, Universidade Católica de Chile e PUC-SP; obteve os títulos de mestre, Doutor e Livre-Docente em psicologia pela Universidade de São Paulo; lecionou na Universidade Federal da Paraíba, na UFRJ e na PUC-RJ. Atualmente dirige o Centro de Pesquisa em Psicologia da Unip; tem trabalhos publicados nas áreas da filosofia, das ciências sociais, da psicologia, da psicanálise e atende em consultório particular como psicanalista.

Pedro Luiz Ribeiro de Santi formou-se em psicologia pela PUC-SP; fez o curso de especialização em Fundamentos filosóficos da psicologia e da psicanálise pela Unicamp e obteve o título de Mestre em Filosofia pela USP; Atualmente é responsável pela cadeira de teorias e Sistemas Psicológicos na Faculdade de Psicologia da Unip; tem trabalhos publicados nas áreas da história da psicologia e da psicanálise e também atende em consultório particular como psicanalista.

Os autores abordam por meio da história da psicologia como a mesma passou a ser independente, possuidora de visão panorâmica e crítica. Segundo os autores, a psicologia conquistou seu espaço nos meados do século XIX através do ensino, da pesquisa e da apresentação do psicólogo. De acordo com Luiz Cláudio e Pedro Luiz, o surgimento dessa ciência aconteceu sob algumas predições culturais, como a subjetividade individual, que seriam as sensações únicas e incomunicáveis de cada indivíduo. Quando o homem sofre algum tipo de crise social ele perde suas referências e percebe que é responsável pelas próprias decisões. Assim, ele passa a acreditar na liberdade.

Nessa perspectiva, o desenvolvimento da modernidade e sua consequente crise trouxeram a percepção de que o ser humano não é tão livre e tão diferente dos outros como se imaginava. Por isso, a psicologia surgiu com o objetivo de compreender o comportamento humano por meio de projetos de previsão e controle científico.

Devido aos conhecimentos da Filosofia e dos pesquisadores da época foi possível intitular a psicologia como uma ciência. Nesse momento histórico houve o surgimento que uma corrente que presava a objetividade como primordial forma de análise. Assim, seria possível a obtenção de um conhecimento verdadeiro. O livro cita alguns projetos de psicologia como ciência independente, como por exemplo: o projeto de Wundt, o projeto Titchener, a psicologia funcional, o comportamentalismo, a psicologia da Gestalt, o behaviorismo radical de Skinner, a psicologia cognitiva de Piaget e a psicanálise freudiana.

O projeto de Wunlt, construído

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.9 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com