TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

TRANSFERÊNCIAS. TRANSFERÊNCIA DE IMPASSE. PSICOSE DE TRANSFERÊNCIA

Por:   •  26/11/2017  •  Artigo  •  786 Palavras (4 Páginas)  •  547 Visualizações

Página 1 de 4

TRANSFERÊNCIAS. TRANSFERÊNCIA DE IMPASSE. PSICOSE DE TRANSFERÊNCIA.

Evolução da Conceituação:

  • O fenômeno transferencial está presente em todas as inter-relações humanas. O termo “Transferência” deve ficar reservado unicamente para a relação presente no processo PSICANALÍTICO, juntamente com a “Resistência” e a “Interpretação”, os quais constituem o “TRIPÉ FUNDAMENTAL DA PSICANÁLISE”.

Conceituação:

É o conjunto de todas as formas pelas quais o paciente vivencia com a pessoa do psicanalista, na experiência emocional, da relação analítica todas as “representações” que ele tem do seu próprio self, as relações objetais, que habitam no seu psiquismo, bem como os conteúdos psíquicos que estão organizados como “fantasias inconscientes”, com as respectivas distorções perceptivas, de modo a permitir “interpretações” do psicanalista que possibilite a INTEGRAÇÃO do presente com o passado, o IMAGINÁRIO com o REAL, o INCONSCIENTE com o INCONSCIENTE.

A Evolução da Transferência: Vem sofrendo sucessivas transformações e vários questionamentos. Um deles seria se a figura do analista é a repetição então das relações objetais introjetadas ou se ele se comporta como uma NOVA PESSOA, REAL...

  • NECESSIDADE de fazer uma DISTINÇÃO: Entre a TRANSFERÊNCIA e OUTROS FENÔMENOS, com significados DISTINTOS que aparecem na literatura psicanalítica com uma terminologia específica.

OS QUAIS SEGUEM ABAIXO:

  • EXTRATRANSFERÊNCIA: Designa uma condição pelo qual o ANALISTA percebe o que o ANALISANDO DEMONSTRA, por meio de inter-relacionamentos da sua vida cotidiana, a forma de como estão estruturadas as suas relações objetais internas.

  • EX: Um paciente que teve uma briga com a mulher na véspera do atendimento psicanalítico, e chega narrando na sessão, o analista pode interpretar que o analisando está interpretando uma briga com ele. A PARTIR DAÍ É POSSÍVEL FAZER UM TRABALHO ANALÍTICO 

EXTRATRANSFERENCIAL: analisar com o paciente os detalhes da briga, como tudo começou, qual foi o seu papel, e que esse episódio repete muito a outros casos, com outras pessoas, etc. PROPORCIONAR. ASSIM UM INSGHT E A POSSIBILIDADE EVENTUAL DE AI SIM FAZER UMA COSTURA DESSA BRIGA COM OUTRAS MANIFESTAS OU OCULTAS QUE SE PASSARAM NO PASSADO E QUE DE FATO POSSA ESTAR ACONTECENDO NO VÍNCULO ANALÍTICO.

Neurose de Transferência:

Neurose artificial que emerge durante o processo analítico, no paciente e tende a influenciar as suas transferências para o analista e constitui-se como relação com este. Repete na transferência, seus conflitos infantis. Transfere libidos para os objetos, semelhante ao narcisismo e presentes na psicose.

Transferência Psicótica:

 Funcionamento do ego psicótico, dificuldade em diferenciar a realidade da fantasia, presente e passado. Possui organização egoíca primitiva.

Aliança Terapêutica ou ATP:

Freud denominou como transferência eficaz ou rapport. Aspectos racionais e conscientes da relação da AT, da qual não á distorção e sim colaboração entre paciente e terapeuta. Baseada no ego aproveita á experiência passada e desta forma possibilita a manutenção do tratamento.

É um importante sinalizador de resultados em psicoterapia, elemento fundamental do processo analítico para adesão de resultados.

Match:

“Encontro” das características de um determinado paciente com as de um determinado analista.

Pessoa real do analista:

Significado da pessoa real do analista se refere a fatores internos, a essência do analista, características pessoais.

Tipos de transferências:

Relação transferencial de aspectos irracionais distorcidos em que á repetição das experiências passadas, colocando-se como resistência ao tratamento.

Transferência Positiva:

 

Sentimentos de simpatia e afeto conscientes, dirigidos á figura do analista. E inconscientes de natureza erótica.

Transferência Idealizadora:

Desenvolvimento emocional primitivo, na qual a criança tem necessidade de estruturar o seu Self por meio da idealização dos pais “Imago parental idealizada”.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.9 Kb)   pdf (101.7 Kb)   docx (343.6 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com