TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Batalha Dos 2 Reinos

Por:   •  5/6/2013  •  890 Palavras (4 Páginas)  •  356 Visualizações

Página 1 de 4

Introdução

Em 208 D.C., a China era governada pela Dinastia Han, um ambicioso primeiro-ministro do norte pretende controlar todo território chinês e para tanto decide derrubar as duas forças rebeldes do sul. Para isso conta com um exercito de quase um milhão de homens, os outros 2 reinos são obrigados a se unirem contra o poderoso ataque deste enorme exercito. Desta forma os povos deixam de lado suas rivalidades e são obrigados a criar diversas estratégias para superar a esmagadora vantagem numérica do inimigo.

Resumo do filme

Em 208 D.C., durante a Dinastia Han, o exercito imperial, liderado por Cao Cao embarca em uma campanha para eliminar os senhores da guerra do sul, Sun Quan e Liu Bei, com a intenção de erradicar os rebeldes, com a aprovação do Imperador Xian. O poderoso exército de Cao Cao começa a atacar civis impiedosamente, muitos ainda conseguem fugir.

Após os ataques, o conselheiro chefe sugere uma aliança entre os reinos de Liu e Sun Quan para lidar com a invasão de Cao Cao, enquanto isso Cao Cao ganha ainda mais poder ser aliando aos comandantes da Marinha Chinesa.

Após a formação apressada da aliança, as forças de Liu e Sun convocam uma reunião para formular um plano para combater o enorme exercito de Cao, que está avançando rapidamente em direção a Chibi por terra e água. A batalha começa com Sun liderando uma unidade ligeira da cavalaria para atrair o exercito de vanguarda de Cao na formação aliada dos Oito Trigramas. O exercito de vanguarda de Cao é derrotado pelos aliados, mas como Cao não mostra decepção e continua a conduzir o seu exercito principal a beira do rio em frente ao acampamento dos aliados principais. Enquanto as tropas de Liu e Sun fazem um banquete para comemorar a vitoria, eles também aproveitam para elaborar um plano de enviar Sun para se infiltrar no acampamento de Cao em uma missão de espionagem, onde os contatos são feitos através de mensagens levadas por pombos, Sun consegue um mapa com base na formação de batalha da marinha de Cao, com ele é possível desenvolver estratégias de ataques aos navios de Cao. Sun esta no acampamento de Cao observando os detalhes e os enviando através de um pombo, enquanto isso no meio do exercito de Cao surge uma praga que mata certo numero de suas tropas. Cao Cao usa essa praga como uma forma estratégica de obter baixas no inimigo, Cao ordena que os corpos sejam colocados em balsas flutuantes e sejam enviados ao acampamento dos inimigos, com a esperança de passar praga a seus inimigos. O exercito de Sun e Liu é afetado quando alguns soldados desavisados pegam a praga, enquanto isso Liu parte com suas tropas e deixa Sun para traz, Cai Mao propõe então uma nova tática de bloquear os cruzadores de batalha, juntamente com vigas para minimizar o balançar quando navegam no rio e reduzir as chances das tropas ficarem enjoadas.

As tropas de Sun que ficaram começaram a traçar novas estratégias para atacar o exercito de Cao, mas para isso seria necessário produzir 100.000 flechas, mas Zhou Yu, um dos estrategistas, diz que não será capaz de produzir essas 100.000 flechas e todos serão punidos com execução

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.2 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com