TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A AÇÃO DE ANTISSÉPTICOS NA DESINFECÇÃO

Por:   •  12/3/2019  •  Relatório de pesquisa  •  358 Palavras (2 Páginas)  •  59 Visualizações

Página 1 de 2

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

BACHARELADO EM QUÍMICA

LETÍCIA FERNANDA FERREIRA DA SILVA

AÇÃO DE ANTISSÉPTICOS NA DESINFECÇÃO

GOIÂNIA

2018

INTRODUÇÃO

O crescimento de microrganismos pode ser controlado através de métodos químicos e físicos. Este controle controle pode levar à eliminação total dos micróbios ou não. Dentre os métodos de eliminação parcial de microrganismos de determinado material ou ambiente, os mais conhecidos são os de desinfecção e anti-sepsia. Os agentes químicos são utilizados para controlar o crescimento de micróbios tanto em tecidos vivos como em objetos inanimados. A maioria dos agentes químicos somente reduz a população bacteriana. Nenhum desinfetante isolado será apropriado para todas as circunstâncias.

OBJETIVOS

Verificar o ação de antissépticos no crescimento de microrganismos através do teste de difusão em disco.

MATERIAIS E MÉTODOS

  1. Pipetou-se 100µL da cultura de microrganismos em meio líquido e espalhou-se superficialmente em meio sólido, utilizando o cotonete. Espalhou-se superficialmente sobre todo meio de cultura.
  2. Esperou-se secar totalmente a cultura inoculada.
  3. Colocou-se os discos de papel de filtro, previamente embebidos com as soluções de desinfetantes testadas. Usou-se como controle o papel de filtro embebido em água esterelizada.
  4. Identificou-se cada agente ultilizado e colocou-se a placa a 30°C por 48h.
  5. Verificou-se houve ou não a formação de zonas de inibição em torno dos discos.

RESULTADOS E DISCUSSÃO

Trata-se de um teste QUALITATIVO em relação à qualidade dos desinfetantes e diluições testadas. O resultado se dá por meio da medida do halo de inibição em mm, que se forma em trono dos discos. A ausência de halo significa resistência e a presença de halo implica o nível de sensibilidade microbiana. A temperatura de incubação é 30ºC por 48 horas.

[pic 1]

Figura 1. Agentes utilizados no teste.

[pic 2][pic 3]

Figura 2. Placa de petri contendo cultura de meio líquido.

Observou-se o desenvolvimento de microrganismos apenas no disco embebido em água destilada. Nos demais discos observou-se a eficácia de deseinfecção dos agentes.

CONCLUSÃO

Conclui-se que nesse meio de cultura (amostra de pele), os agentes possuem tamanha eficiência que não é possível observar crescimento de microrganismos. A ausência de halo nos mostra isso.

REFERÊNCIAS

M.B NOVATO, D.A.; D.SILVA, G.P.; FERRASOLI, K.P.; MURONI, P.M.; R. PELAIS, P.F.; BRUNO, T.F.; ALMEIDA, C.B. Eficácia dos desinfetantes quanto ao controle microbiológico. Disponível em: http://www.unilago.edu.br/revista/edicaoanterior/Sumario/2013/downloads/2013/EFIC%C3%81CIA%20DOS%20DESINFETANTES%20QUANTO%20AO%20CONTROLE%20MICROBIOL%C3%93GICO.pdf

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.9 Kb)   pdf (264.1 Kb)   docx (193.7 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com