TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Judaismo

Artigo: Judaismo. Pesquise 785.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  19/11/2013  •  Artigo  •  697 Palavras (3 Páginas)  •  159 Visualizações

Página 1 de 3

Judaísmo

A religião judaica iniciou-se com a idéia do Deus Único, no primeiro livro da Bíblia, o Gênesis. Por volta de 1800 a.C., Abraão deixou a cidade de Ur – atual sul do Iraque e partiu com sua esposa em busca da benção de Deus: terras e descendentes. Tempos depois, os filhos dos filhos de Abraão, os israelitas, foram escravizados no Egito. E sofreram muito fazendo trabalhos forçados na fabricação de tijolos do faraó.

Aproximadamente no ano 1200 a.C., liderados por Moisés, se libertaram da escravidão no Egito e, depois de peregrinar 40 anos no deserto, conquistaram Canaã, a Terra Prometida. Foi nesta passagem pelo deserto que Moisés recebeu as duas tábuas da Lei, colocadas na Arca da Aliança. A Arca da Aliança acompanhou os judeus durante toda a travessia do deserto, como sinal “da presença do Deus Único, Vivo e Verdadeiro”, fiel a seu povo e merecedor de toda a fidelidade.

No ano 1000 a.C., a monarquia foi introduzida em Israel pelo rei Saul e atingiu seu ponto mais alto durante os reinados de Davi, que fortaleceu a tradição judaica, e de Salomão, que construiu o primeiro Templo de Jerusalém e nele guardou a Arca da Aliança. Cerca de 750 a.C., as lideranças no país sofreram decadência religiosa, moral e política. Isso provocou a reação dos profetas, que atacavam a opressão social, valorizando a justiça e os ideais éticos. O reino foi dividido em dois: Norte (Israel) e Sul (Judá) sendo Jerusalém a capital de ambos. O reino do norte foi destruído pelos assírios em 722 a.C., e tal destruição enfraqueceu o poder político e religioso daquela região.

Pouco depois, em 587 a.C., os babilônios invadiram o reino do sul e destruíram o Templo de Jerusalém. A maior parte da população foi deportada para o exílio na Babilônia, e somente em 539 a.C., puderam retornar à sua terra. Passaram a ser conhecidos como judeus (palavra derivada de Judá e Judéia). Mais tarde, em 516 a.C., o Templo de Javé foi reerguido e ampliado pelo rei Herodes. Porém, uma revolta contra os romanos, em 70 d.C., resultou novamente na destruição do Templo. O Judaísmo passou a ser centrado nas sinagogas e os judeus se dispersaram pelo Mediterrâneo.

Nos séculos XII e XIII, o judaísmo teve grande penetração na Espanha. No entanto, durante o século XIV, os judeus foram exilados da Inglaterra e da França e em seguida, no ano de l492, foram perseguidos e expulsos também da Espanha. A Noruega instituiu uma lei em 1687 que negava aos judeus a permissão de entrar no país sem uma autorização. Somente no ano 1851, esta cláusula foi anulada. A maior perseguição aos judeus ocorreu entre 1933 a 1945, na Alemanha nazista, onde 6 milhões de judeus foram exterminados. Após a Segunda Guerra Mundial, no ano 1948, foi proclamado o Estado de Israel. Atualmente o número de judeus no mundo é de 14 milhões. Desse total, quase a metade vive nos Estados Unidos. Em Israel, há 5 milhões de judeus.

Os cultos são realizados nas sinagogas, ainda sendo estas utilizadas como espaços dedicados à educação e aos assuntos coletivos. Em termos de organização clerical, há a divisão em congregações, que escolhem individualmente seus rabinos. Os textos sagrados judaicos são: a Bíblia dos hebreus, que inclui o Torá (o Pentateuco, os cinco primeiros livros bíblicos: Gênesis, Êxodo, Números, Levítico e Deuteronômio), os

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.3 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com