TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Tipologia Textual

Por:   •  27/5/2013  •  830 Palavras (4 Páginas)  •  808 Visualizações

Página 1 de 4

TIPOLOGIA - São  textos limitados e podem serem usados mesclados. Ex.: e-mail, receitas, blogs etc..

GÊNERO DE TIPOLOGIA Estima-se, aliás, que existam mais de 5 mil gêneros em circulação na sociedade atual. Os gêneros do discurso fazem parte, portanto, de nosso dia a dia.

Definições de gêneros 

Narrativo  - Fatos, história, fato, época, personagens etc. Ex. Jornal

Descritivo -  É CARACTERIZAR alguém, alguma coisa ou algum lugar através de características que particularizem o caracterizado em relação aos outros seres da sua espécie. Descrever, portanto, é também particularizar um ser. É "fotografar" com palavras. 

 Ex.: o pássaro é azul.

Dissertativo - Discute idéias polêmicas, onde vc expõe suas opiniões do que vc acha e pensa. Ex.: Pedro é uma pessoa singular; é lindo inteligente e sensível  ( expus minha opnião que eu acho) Rsrsrs

Argumentativo - é  qdo se tem como objetivo persuadir (convencer) alguém das nossas idéias. Ex.: Faz dieta que vc emagrece rapidinho. 

Injutivo -  É qualquer texto que tenha a finalidade de instruir o leitor. Por esse motivo, sua estrutura se caracteriza por verbos no imperativo: ordenando ou sugerindo.

Ex.: bula de remédio e horóscopo 

Crônica - Éuma narração que segue uma ordem tempora. característica de fatos do cotidiano com uma linguagem informal, que é narrada com humor.

Conto - É uma narrativa linear e curta, tanto em extensão quanto no tempo em que se passa.

A linguagem é simples e direta, não se utiliza de muitas figuras de linguagem ou de expressões com pluralidade de sentidos.

PARÁGRAFO - Para que serve? Para ñ tornar o texto cansativo 

ESTRUTURA DO PARÁGRAFO 

A estrutura da maioria dos parágrafos (denominado parágrafo-padrão) organiza-se em três partes: introdução, desenvolvimento e, mais raramente, conclusão. Cabe lembrar que não há um modo rígido para a construção de um parágrafo. Tudo depende da natureza do assunto, do tipo de composição e, principalmente, das preferências de quem escreve. Portanto, o parágrafo na prática não tem regras inflexíveis de aplicação. Mas não há dúvida de que a maioria é assim estruturado, pois é o método  mais adequado para assegurar a unidade e coerência do parágrafo.

a) A Introdução é constituída de um ou dois períodos, quase sempre breves, que encerram a idéia central ou a idéia-núcleo, definindo o seu objetivo. A essa idéia-núcleo dá-se o nome de tópico frasal, que pode, não raro, ele mesmo representar sozinho todo o parágrafo:

No texto exemplo, a oração [vida é dor], introduz o assunto e governa o resto do parágrafo; dele nascem outros períodos secundários ou periféricos. É o roteiro do escritor na construção do parágrafo.

b) O Desenvolvimento consiste na explanação da idéia-núcleo, ou seja, o desenvolvimento de idéias secundárias que fundamentam ou esclarecem o tópico frasal:

=> [...], e acordo com dor de dentes. O dia é belíssimo, um sol de verão invade o barraco; quanto a mim, choro de dor. Choro também por outras razões, mas principalmente de dor.

c) A Conclusão nem sempre está presente no parágrafo, especialmente nos mais curtos ou naqueles em que a idéia central não apresenta maior complexidade. A conclusão retoma a idéia central, levando em consideração os diversos aspectos selecionados no desenvolvimento.

=> Choro também por outras razões, [mas principalmente de dor].

RACIOCÍNIO INDUTIVO

Parte de premissas para chegar a conclusão. Que são preposição afirmativas que servem de base para uma conclusão.

Ex. O ferro conduz eletricidade.

RACIOCÍNIO DEDUTIVO 

Que faz uso da dedução para obter uma conclusão. Respeito de determinada premissa.

Ex.: todos os homens sao mortais. - premissa 1

Sócrates

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.8 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com