TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Estrutura E Analise Demonstraçoes Financeiras

Por:   •  22/11/2013  •  1.287 Palavras (6 Páginas)  •  691 Visualizações

Página 1 de 6

ETAPA 1

Esta atividade é importante para que você compreenda a necessidade da Análise Vertical e da Análise Horizontal como auxílio na tomada de decisão, bem como interpretar as variações ocorridas apuradas na elaboração.

Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos.

Passo 1:

Ler o capítulo 3 (Análise vertical e análise horizontal), livro AZEVEDO, Marcelo. Estrutura e Análise das Demonstrações Financeiras. Campinas: Alínea, 2008. PLT 117. Em seguida,reunir-se com sua equipe e discutir sobre os procedimentos de Análise Vertical e Horizontal.

Análise Vertical e Horizontal

Essas análises são técnicas para analisar as demonstrações financeiras. As características da analise vertical e horizontal são comparar valores de um certo período, com valores do período anterior para mostrar a relevância, crescimento ou decrescimento.

A análise vertical nos ajuda na avaliação da estrutura das demonstrações financeiras e nos fornece de forma detalhada a evolução de cada conta em relação ao total do ativo, passivo, patrimônio líquido e DRE.

A análise horizontal nos fornece informações que nos permite verificar a evolução dos elementos do BD e da DRE e um determinado período. Chamamos de numero índice a relação existente entre o valor de uma conta em uma determinada data e o valor obtido na data-base ou ano-base.

Às vezes uma conta pode ter um grande crescimento, mas sua representatividade no balanço é pequena, então o crescimento talvez não afete muito na empresa. Por isso, as duas análises devem ser utilizadas, porque as duas se completam.

ANÁLISE VERTICAL:

A análise vertical é um processo comparativo onde se extrai relacionamentos percentuais entre itens pertencentes a uma mesma demonstração financeira de um ano. A finalidade é dar uma ideia da representatividade de um item ou subgrupo de uma demonstração financeira relativamente a um determinado total ou subtotal tomado como base.

Tomando como exemplo, obtemos os valores percentuais de cada item pelo ativo total que corresponde 100%:

No exemplo acima podemos verificar, a partir do ativo total da empresa, um decréscimo da participação relativa dos investimentos de curto prazo (Ativo circulante), que passaram a representar de 50% para 46% do ativo total em 20X2. De maneira inversa verificamos que aplicações de longo prazo (realizável e permanente) aumentaram suas participações relativas de um ano para o outro.

Referências

• Chagas, Gilson. Contabilidade Geral Simplificada. Senac, 2005. ISBN 8598694045.

ANÁLISE HORIZONTAL:

A analise horizontal consite em verificar a evolução dos elementos do balanço patrimonial e da DRE durante um determinado período. Essa verificação se faz entre os valores de uma mesma conta ou ngrupo de conta, evidenciando a evolução da conta ou grupo de conta por periodos.

Uma das maneira de apurar os percentuais de evolução da análise horizontal é tomar como base um xercio e calcular a evolução dos demais, sempre em reloação ao exercio base. Consiste em em verificar a evolução dos elementos do balanço patrimonialo e da DRE durante um determinado perído. Essa verificação se faz entre os valores de uma mesma conta ou grupo de contas, evidenciando a evoluça~da contas ou grupo de contas por perído.

A análise horizontal é obtida através de números-índices. Primeiramente é necessário estabelecer uma data-base. No exemplo utilizaremos o ano 20X1 como data-base que terá o valor índice 100. Para encontrarmos os valores dos próximos anos efetuamos a regra de três para cada ano, relacionado com a data-base. Para o ano 20X2 obtivemos o índice 173,0 (($397.900/$230.000)x100) e em 20X3 o índice 126,0 (($289.800/$230.000)x100).

Em outras palavras, as vendas líquidas cresceram 1,73 ou 73% e 1,26 ou 26% em 20X2 e 20X3, respectivamente, tomando como base os valores do ano 20X1. Com uma rápida análise podemos verificar que o aumento do lucro bruto no ano 20X2 (69%) não acompanhou o aumento das vendas (73%), denotando-se maior consumo dessas receitas pelos custos de produção. Porém, no ano 20X3 ocorre a situaçao inversa, ocorrendo evolução proporcionalmente maior do lucro bruto em relação às receitas.

Importante ressaltar que os valores para análise horizontal devem estar convertidos em uma mesma moeda, de forma a apurar os resultados reais.

Há outra maneira mais simplificada de se calcular a análise

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9.2 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com