TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Principais Problemas Que Acometem os Órgãos do Sistema Reprodutor Feminino

Por:   •  4/4/2017  •  Trabalho acadêmico  •  660 Palavras (3 Páginas)  •  1.406 Visualizações

Página 1 de 3

Principais problemas que acometem os órgãos do sistema reprodutor feminino

Cranco de colo de útero: Algumas mulheres entram em contato com algum vírus do HPV em algum momento de sua vida, e não percebem, por muitas vezes não apresentam sinais e sintomas, desconhecendo o que têm, esse tipo de situação pode acabar levando ao aparecimento do cranco do colo de útero, pois a origem do cranco de colo de útero vem dos vários tipos de Vírus do Papiloma Humano (HPV), onde a maior parte do contágio ocorre muita das vezes por via sexual.

Candidíase: É uma das causas mais frequentes de infecção genital, caracterizada por prurido, ardor, dispareunia e pela eliminação de um corrimento vaginal em grumos brancacentos, semelhante a nata de leite. Sendo que com frequência, a vulva e a vagina encontram-se edemaciadas e hiperemiadas, podendo ser estendida ate o períneo. A transmissão ocorre pelo contato com secreções provenientes da boca, pele, vagina e dejetos de doentes ou portadores, podendo ser também através da transmissão vertical (de mãe para filho no momento do nascimento).

Endometriose: É o crescimento anormal do endométrio, podendo crescer tanto ao ponto de chegar em outros órgãos do sistema reprodutor feminino, podendo afetar bexiga e/ou intestino. Os principais sintomas de endometriose são dor intensa, náuseas, distensão abdominal, diarreia, constipação ou fadiga, especialmente durante a menstruação. Outros sintomas adicionais podem incluir sangramento vaginal anormal, dor durante ou após a relação sexual, dor lombar ou infertilidade.

Miomas uterinos: São tumores não cancerígenos que crescem dentro das células musculares do útero. A pessoa pode apresentar sangramento menstrual pesado ou doloroso, micção frequente, dor lombar, dor durante a relação sexual ou problemas reprodutivos, como aborto ou infertilidade.

Síndrome do ovário policístico: Ocorre quando os ovários produzem níveis elevados do hormônio andrógeno. O aumento desse hormônio no organismo pode afetar negativamente o processo normal de ovulação e causar a formação de cistos cheios de líquido nos ovários, a síndrome impede a liberação do ovário durante o ciclo menstrual, o que causa infertilidade em mulheres com essa condição. Podendo incluir sintomas como dor pélvica, acne, pele oleosa, perda de cabelo ou crescimento excessivo de pelo no corpo ou no rosto. Ainda não existe cura, mas a terapia hormonal pode ajudar a regular o ciclo menstrual ou limpar a pele.

Vulvovaginite: É representada por uma infecção ou inflamação excessiva dos tecidos da vagina ou vulva. Pode ser causado por inúmeras causas como, falta de higiene, bactérias, viroses, leveduras e doenças sexualmente transmissíveis. Os sintomas são coceira vaginal e inflamação, corrimento vaginal anormal, desconforto urinário ou odor vaginal desagradável.

Sífilis: É uma doença sexualmente transmissível, originada pela bactéria Treponema Pallidum, também conhecida como cranco duro, e além de atingir os órgãos genitais pode atingir outras partes do corpo. De acordo com algumas características de sua evolução a sífilis divide-se em Primária, Secundária, Latente e Terciária ou Tardia. Quando transmitida da mãe para o feto é chamada de Sífilis Congênita. 

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.6 Kb)   pdf (67.4 Kb)   docx (12.1 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com