TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Place and type of meals consumed by adults in medium sized cities

Pesquisas Acadêmicas: Place and type of meals consumed by adults in medium sized cities. Pesquise 798.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  30/5/2014  •  Pesquisas Acadêmicas  •  4.082 Palavras (17 Páginas)  •  235 Visualizações

Página 1 de 17

Local e tipo das refeições realizadas por adultos em cidade de médio porte

Place and type of meals consumed by adults in medium sized cities

I Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia. Universidade Federal de Pelotas. Pelotas, RS, Brasil

Correspondência | Correspondence: Juliana Pires Carús Rua Marechal Deodoro, 1160 3° piso Centro 96020-220 Pelotas, RS, Brasil E-mail: julianacarus@yahoo.com.br

Recebido: 29/1/2013 Aprovado: 20/9/2013

Artigo disponível em português e inglês em: www.scielo.br/rsp

RESUMO

OBJETIVO: Descrever as refeições realizadas por adultos quanto ao local e tipo de preparação consumido em cidade de médio porte, do sul do Brasil. MÉTODOS: Estudo transversal, de base populacional, na cidade de Pelotas, RS, em 2012. A amostragem foi realizada em dois estágios, tendo os setores censitários do Censo Demográfico de 2010 como unidade amostral primária. Foram coletadas informações sobre o local das refeições (em casa ou fora de casa) e sobre o tipo de preparação consumida em casa (comida caseira, lanches, comida de restaurante) nos dois dias prévios à entrevista, utilizando- se questionário padronizado. RESULTADOS: Participaram do estudo 2.927 adultos: 59,0% mulheres, 60,0% com idade abaixo de 50 anos e 58,0% estava trabalhando. Foram obtidas informações sobre 11.581 refeições nos dois dias anteriores à entrevista, sendo 25,0% delas realizadas fora de casa, no almoço, e 10,0% no jantar. Quanto às refeições realizadas em casa, a maioria dos participantes referiu ter consumido comida preparada em casa, tanto no almoço quanto no jantar. A maioria das refeições fora de casa (64,0% no almoço e 61,0% no jantar) foram realizadas no local de trabalho, majoritariamente preparadas em casa. As refeições fora de casa foram realizadas principalmente por pessoas do sexo masculino, jovens, com alta escolaridade. Quanto à ocupação, os grupos que tiveram refeições mais frequentemente em restaurantes foram trabalhadores do comércio, empresários, professores e profissionais de nível superior. CONCLUSÕES: Apesar das mudanças que vêm sendo registradas nos padrões de alimentação do brasileiro, adultos residentes em cidades de médio porte ainda se alimentam majoritariamente em casa e de comida caseira.

DESCRITORES: Hábitos Alimentares. Consumo de Alimentos. Comportamento Alimentar. Inquéritos Demográficos. Estudos Transversais.

Artigos Originais DOI:10.1590/S0034-8910.2014048004720

Juliana Pires CarúsI

Giovanny V A FrançaI

Aluísio J D BarrosI

69Rev Saúde Pública 2014;48(1):68-75

As alterações no estilo de vida da população, advindas da globalização e da urbanização, provocaram mudan- ças nos padrões e comportamentos alimentares.6-8,13,14 A falta de tempo para o preparo e consumo de alimentos estimulou a indústria alimentícia a desenvolver novas técnicas de conservação e de preparo de alimentos, disponibilizando maior variedade de preparações para consumo rápido.7,8,11 Além disso, o consumo de alguns alimentos tornou-se globalizado, sendo introduzidos em diferentes contextos culturais e econômicos.8,11,12 No Brasil, foram observadas mudanças no padrão ali- mentar dos indivíduos nas últimas décadas, não apenas referente ao aumento no consumo de ultraprocessados,11 mas também quanto ao local onde são feitas as refei- ções e tipos de preparações consumidas. Nos Estados Unidos, os gastos com alimentação fora de casa em relação aos gastos totais com alimentos aumenta- ram de 26,0%, em 1970, para 39,0% em 1996, chegando

ABSTRACT

OBJECTIVE: To describe the meals consumed by adults living in a midsize city in the South of Brazil, according to the place and preparation. METHODS: A population-based cross-sectional study was conducted in Pelotas, Southern Brazil, in 2012. The two-stage sampling design used the 2010 census tracts as primary sampling units. Data were collected on the place of meals (at home or out) and on the kind of preparations consumed at home (homemade, snacks, take away food) covering the two days prior to the interview, using a standardized questionnaire. RESULTS: The study included 2,927 adults, of which 59.0% were female, 60.0% were below 50 years of age and 58.0% were in work. Data were collected on 11,581 meals consumed on the two days preceding the interview, 25.0% were consumed outside of the home at lunchtime, and 10.0% at dinnertime. Considering home meals, most participants reported eating food prepared at home at both lunch and dinner. The majority of out-of-home meals (64.0% for lunch and 61.0% for dinner) were consumed in the work place, mostly based on food prepared at home. Individuals eating out of home were mostly male, young and highly educated. The occupational categories that ate at restaurants more often were trade workers, businessmen, teachers and graduate professionals. CONCLUSIONS: Despite the changes in eating patterns described in Brazil in recent years, residents of medium-sized towns still mostly eat at home, consuming homemade food.

DESCRIPTORS: Food Habits. Food Consumption. Feeding Behaviour. Population Surveys. Cross-Sectional Studies.

INTRODUÇÃO

a 42,0% em 2002.a No Brasil, comparando-se os dados da Pesquisa de Orçamento Familiar (POF) entre 2002- 2003 e 2008-2009, também observa-se aumento na des- pesa média mensal com alimentação fora do domicílio (de 24,1% para 31,1%),b especialmente em restaurantes que oferecem refeições rápidas, cujo número também cresceu em adaptação a essa demanda.4,5 O objetivo do presente estudo foi descrever as refei- ções realizadas por adultos quanto ao local e tipo de preparação consumida em cidade de médio porte do sul do Brasil.

MÉTODOS Realizou-se um estudo transversal descritivo, de base populacional, na cidade de Pelotas, sul do Brasil, no período de fevereiro a junho de 2012. O estudo integrou uma pesquisa sobre a saúde da população de Pelotas,

a Lin B-H, Frazão E, Guthrie J. Away-from-home foods increasingly important to quality of American diet. Agric Inform Bull (Washington DC). 1999;(749):1-22. b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa de orçamentos familiares 2008-2009: despesas, rendimentos e condições de vida. Rio de Janeiro: IBGE; 2010.

70 Refeições de adultos em cidade de médio porte Carús JP et al

denominada

...

Baixar como (para membros premium)  txt (26.4 Kb)  
Continuar por mais 16 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com