TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A ATIVIDADE AVALIATIVA – CLÍNICA ARTICULADA

Por:   •  21/3/2020  •  Pesquisas Acadêmicas  •  498 Palavras (2 Páginas)  •  8 Visualizações

Página 1 de 2

ATIVIDADE AVALIATIVA – CLÍNICA ARTICULADA I

Nome: Millena Leal Praes

Leia o capítulo: Planejamento odontológico integrado e, em seguida, responda:

  1. Descreva as etapas da sistemática do exame clínico completo.

A sistemática do exame clínico completo possui 4 etapas: anamnese, exame clínico, exames complementares e diagnóstico.

A anamnese é uma espécie de entrevista entre o profissional e o paciente. Os dados recolhidos nessa entrevista são escritos em um documento próprio - um questionário onde o paciente responde questões simples e de fácil compreensão.

Nesse questionário, há questões sobre o motivo pelo qual o paciente procurou o aluno, bem como detalhes da doença atual, tempo de instalação decorrido de seu início e possíveis doenças sistêmicas. Permite ainda uma possível avaliação geral do estado de saúde, dos antecedentes familiares, das causas de óbitos na família e dos problemas odontológicos com implicações nos descendentes, bem como dados sobre ocupação, hábitos, personalidade e sua possível relação com os problemas apresentados.

Após o prontuário clínico, deverá ser realizado o exame clínico com finalidade de aprofundar o conhecimento sobre patologias, preparando uma avaliação sistêmica mais consistente.

O exame físico inicia-se pelo exame clínico extra-oral, momento em que se tenta obter dados sobre possíveis alterações exteriores como os de simetrias. No exame extra-oral, ocorre a examinação da cabeça e do pescoço, desse modo, o profissional pode identificar alterações congênitas, patológicas ou motivadas por trauma. O profissional poderá analisar: Formato do crânio, dimensão entre crânio e face, proporção entre os terços superior, médio e inferior, coloração do tegumento, seios da face, simetria facial, parte externa dos lábios e presença de linfonodos no pescoço.

No exame físico intrabucal avalia-se periodonto de proteção (cor, textura e contorno), e para diagnóstico de doença periodontal é necessário utilizar uma sonda periodontal específica.

Avalia-se os dentes (presença de cáries, anodontia ou ausências dentárias, erosões, desgastes). O exame clínico da atividade de cárie visa examinar cada superfície dentária utilizando os códigos descritos no prontuário clinico. Além dos tecidos gengivais e o elemento dental, o estudante ou o cirurgião-dentista também irá averiguar a língua, palato, mucosa, assoalho, lábios, maxila e mandíbula.

Se o exame clínico não tiver sido suficiente, o profissional pode pedir que o paciente realize exames complementares, facilitando o diagnóstico. O principal é através de radiografias.

  1. Qual é a relação entre o resultado do Índice da Placa O’leary e a realização da cirurgia periodontal?

O índice da placa O’leary funciona como um elemento de motivação, pois determina a presença ou ausência de biofilme, levando em consideração as faces do dente junto à gengiva marginal. Para a avaliação, realiza-se a aplicação de forma prévia um evidenciador, e em seguida as instruções de higienização e monitoramento de escovação. O achado de até 10°/o da superfície dentária coberta por placa pode ser compatível com ausência de inflamação. Rigorosamente, nenhuma cirurgia periodontal pode ser realizada se não for conseguido esse percentual. Nenhuma cirurgia periodontal pode ser realizada se mais de 10% da superfície dentária estiver coberta por placa.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.6 Kb)   pdf (62.7 Kb)   docx (8.9 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com