TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

10Gigabit Ethernet

Por:   •  8/12/2014  •  835 Palavras (4 Páginas)  •  379 Visualizações

Página 1 de 4

O aumento da utilização de banda, a necessidade de qualidade de serviço, a mudança no perfil do tráfego, entre outros fatores impulsionaram a evolução da Ethernet. Porém, as mudanças não aconteceram somente no aumento da taxa, aconteceram também mudanças no meio físico, e em outros aspectos.

Toda a evolução da Ethernet foi acompanhada pela padronização feita pelo IEEE, fazendo parte do projeto 802.3. O aumento da utilização de banda, com voz e vídeo, gerou um decréscimo na qualidade da transmissão, o que implica a necessidade de aumento de banda para melhorar a qualidade da transmissão. O meio físico também sofreu alterações, passando a utilizar materiais novos e cabos com maior alcance.

Para satisfazer todas estas necessidades o IEEE, depois de vários estudos, apresentou o patrão 10Gigabit Ethernet, o qual não se destina ainda a substituir os padrões anteriores, mas sim a complementá-los, proporcionando uma solução mais eficaz.

O padrão sob desenvolvimento pelo Institute of Electical and Electronics Engineer (IEEE) P802.3ae tem como objetivo alargar o protocolo 802.3 Ethernet para uma velocidade de trabalho de 10Gigabits por segundo (Gbps). O novo padrão 10Gigabit Ethernet (10GbE) é direcionado para o empreendimento de LAN, MAN e WAN.

Em Junho de 1998, a força de trabalho do IEEE 802.3z finalizou e aprovou formalmente o padrão Gigabit Ethernet. Em Março de 1999, o HSSG ( Higher Speed Study Group), representando pelo menos 55 companhias, reuniu com a intenção de desenvolver um padrão de 10GbE. O trabalho começou baseado na expectativa de que o mercado em breve precisaria de uma tecnologia para agregar o Gigabit Ethernet, devido ao crescimento rápido da rede, do tráfego da internet e a uma forte pressão para soluções de 10Gbps. Em Novembro desse ano o HSSG entregou um esboço do pedido de autorização do projeto para o IEEE P802.3ae, o qual foi aprovado pelo IEEE em Janeiro de 2000.

O objetivo do referido projeto era alargar o protocolo do 802.3 para uma velocidade de trabalho de 10Gbps e expandir o espaço de aplicação Ethernet para incluir a WAN, de modo a disponibilizar um aumento significativo na largura de banda, mantendo o máximo de compatibilidade com as bases de interface 802.3 instaladas. Finalmente e depois de 5 esboços o padrão foi aprovado pelo IEEE em Junho de 2002.

Um dos principais benefícios do padrão 10Gigabit Ethernet é o facto de oferecer uma solução a baixo custo para resolver o problema de largura de banda. Não só o custo de instalação é baixo, como o custo de manutenção é mínimo também. Esta manutenção poderá ser feita pelos administradores da rede local.

O 10Gigabit Ethernet é um padrão bastante interessante do ponto de vista técnico, pois além da velocidade, o alcance máximo é de 40 KM, utilizando cabos de fibra óptica monomodo (Possuem um único modo de propagação, ou seja, os raios de luz percorrem o interior da fibra por um só caminho. Também se diferenciam pela variação do índice de refracção do núcleo em relação à casca, e classificam-se em índice degrau standard, dispersão deslocada (dispersion shifted) ou non-zero dispersion).

Existe ainda uma opção de baixo custo, utilizando cabos multimodo (Fibras que possuem vários modos de propagação, o que faz com que os raios de luz percorram o interior da fibra por diversos caminhos. Devido a esta característica, elas classificam-se de duas formas: fibras multimodo de

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.4 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com