TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Estrutura De Dados

Dissertações: Estrutura De Dados. Pesquise 793.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  22/4/2013  •  2.167 Palavras (9 Páginas)  •  476 Visualizações

Página 1 de 9

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

1.1 APRESENTAÇÃO 3

1.2 OBJETIVOS 3

1.2.1 Objetivo Geral 3

1.2.2 Objetivos Específicos 3

2 ESTRUTURA DE DADOS 4

2.1 ESTRUTURA DE DADOS TIPO FILA 4

2.2 ESTRUTURA DE DADOS TIPO PILHA 5

2.3 ALOCAÇÃO SIMPLESMENTE ENCADEADA 5

2.4 ALOCAÇÃO DUPLAMENTE ENCADEADA 6

3 PROPRIEDADE ACID 7

4 BANCO DE DADOS ORIENTADO A OBJETOS 8

4.1 SURGIMENTO DOS SGBDOO'S 8

4.2 CARACTERISTICAS DOS SGBDOO'S 9

5 ORM (OBJECT RELATIONAL MAPPING) 10

6 FRAMEWORK HIBERNATE 11

7 DIAGRAMA DE ATIVIDADES 12

7.1 CARACTERISTICAS DO DIAGRAMA DE ATIVIDADES 12

7.2 DECISÃO E MERGE 13

7.3 BIFURCAÇÃO E UNIÃO 14

4 CONCLUSÃO 15

REFERÊNCIAS 16

1 INTRODUÇÃO

1.1 APRESENTAÇÃO

Será abordado ainda a importância de conceitos sobre estruturas de dados como FIFO e LIFO, conceito de apontadores e alocação. O texto segue ainda dando um embasamento teórico sobre banco de dados e suas propriedades ACID. Será mostrado como funciona um banco de dados relacional utilizando como apoio a programação orientada a objeto (POOB). Posteriormente serão abordados os conceitos sobre ORM (Object Relational Mapping) que é uma técnica utilizada para a conversão de dados entre sistemas incompatíveis.

1.2 OBJETIVOS

1.2.1 Objetivo Geral

Apresentar conceitos de Estrutura de Dados, fazer uma apresentação de seus tipos básicos, explicar sobre o funcionamento do ORM (Object Relational Mapping), descrever a utilização de Banco de Dados Orientado a Objetos e mostrar um breve resumo sobre o Diagrama de Atividades.

1.2.2 Objetivos Específicos

 Apresentar tipos básicos de Estrutura de Dados.

 Conceituar Banco de Dados Orientados a Objetos.

 Apresentar Mapeamento de Objeto Relacional e o Framework Hibernate.

 Definir Diagrama de Atividades.

2 ESTRUTURA DE DADOS

As estruturas de dados são formas de distribuir e relacionar os dados disponíveis, de modo a tornar mais eficientes os algoritmos que manipulam esses dados

De acordo com Mizrahi (1990), uma estrutura de dados é um conjunto de variáveis, possivelmente de tipos diferentes, agrupados sob um único nome, Estas estruturas também são conhecidas por “registros”.

Uma estrutura é um tipo de dado cujo formato é definido pelo programador.

2.1 ESTRUTURA DE DADOS TIPO FILA

No mundo avançado da computação, as ciências da tecnologia dainformação definem FIFO (First In, First Out) como sendo estruturas de dados do tipo fila. Nesse tipo de estrutura prevalece a seguinte regra: O primeiro a entrar é o primeiro a sair. Elas são amplamente utilizadas no mundo dacomputação para definir e implementar filas de espera. Em uma FIFO, os elementos são colocados ordenadamente um após o outro em forma de fila e são retirados por ordem de chegada. Um exemplo claro de FIFO é o processo de um usuário pedir a execução de varias tarefas em um computador, astarefas serão ordenadas em fila pelo processador e serão executadas seguindo a ordem de pedido de execução, ou seja, o primeiro pedido será sempre o primeiro a ser executado pelo processador e posteriormente os outros.

2.2 ESTRUTUTA DE DADOS TIPO PILHA

É um tipo especial de lista linear em que todas as operações de inserção e remoção são realizadas pela mesma extremidade chama da topo.

Os elementos são removidos na ordem do programa inversa daquela em que foram inseridos de modo que o último elemento que entra é sempre o primeiro ser executado, por isto este tipo de estrutura é chamada LIFO (Last In - First Out).

O exemplo mais prático que costuma utilizar-se para entender o processo de pilha é como uma pilha de livros ou pilha de pratos, no qual ao se colocar diversos elementos uns sobre os outros, se quisermos pegar o livro mais abaixo deveremos tirar todos os livros que estiverem sobre ele."

Figura 2 - Pilha

2.3 ALOCAÇÃO SIMPLESMENTE ENCADEADA

Entende-se como alocação encadeada o mecanismo que estabelece a relação de precedência entre os nodos não de forma física, mas sim de forma lógica. Ao invés de manter os elementos agrupados numa área contínua de memória, ocupando células consecutivas, na alocação encadeada os elementos podem ocupar quaisquer células (não necessariamente consecutivas) e, para manter a relação de ordem linear, juntamente com cada elemento é armazenado o endereço do próximo elemento da lista. Desta forma, na alocação encadeada, os elementos são armazenados em blocos de memória denominados nodos, sendo que cada nodo é composto por dois campos: um para armazenar dados e outro para armazenar endereço.

2.4 ALOCAÇÃO DUPLAMENTE ENCADEADA

O ponteiro post se mostrou sempre útil sua função é "rastrear" o ponteiro que percorre a lista, permitindo sempre o ir ao nó posterior. Algumas vezes, entretanto, isto não é suficiente, pois pode-se desejar o percurso da lista nos dois sentidos indiferentemente.

A lista duplamente encadeada incorpora um novo campo de ponteiro. Os campos de ponteiros tomam os nomes de ant e post (nó anterior e nó seguinte, respectivamente).

3 PROPRIEDADE ACID

Um banco de dados (DB ou Data Base)

...

Baixar como (para membros premium)  txt (14.8 Kb)  
Continuar por mais 8 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com