TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Fissuras causadas por deformação de elementos da estrutura de concreto

Artigo: Fissuras causadas por deformação de elementos da estrutura de concreto. Pesquise 792.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  22/9/2014  •  Artigo  •  869 Palavras (4 Páginas)  •  465 Visualizações

Página 1 de 4

Fissuras causadas por deformação de elementos da estrutura de concreto

As paredes de alvenaria podem apresentar fissuras causadas por deformação de elementos da estrutura de concreto armado. A deformabilidade das estruturas gera movimentações que não podem ser acompanhadas pela constituição rígida das paredes de alvenaria, introduzindo tensões de compressão, tração e cisalhamento nas paredes, podendo provocar a fissuração.

A principal influência da deformação das estruturas de concreto armado sobre as alvenarias acontece pela flexão de elementos da estrutura como lajes e vigas. Em geral, outras deformações causadas por solicitações de compressão, cisalhamento ou torção são menos significativas. A flexão de lajes e vigas costuma ocorrer por ação do peso próprio, cargas permanentes e acidentais, deformação lenta do concreto e cargas laterais externas, como a ação dos ventos. As alvenarias mais suscetíveis à influência destas deformações são as paredes que suportam vigas e lajes, e as alvenarias de vedação dos prédios com estrutura reticulada de concreto armado.

A NBR 6118 (Associação brasileira de normas técnicas, 2003), nova norma brasileira para o projeto de estruturas de concreto, fixa limites para deformações (flechas) de estruturas em função do comprimento L do vão, para estruturas biapoiadas:

a) Limite de aceitabilidade sensorial para estruturas de concreto armado: L/250;

b) Limite de aceitabilidade estrutural para pavimentos planos: L/350;

c) Limite de aceitabilidade em elementos não estruturais: paredes de alvenaria – L/500 ou 10mm ou 0,0017rad para rotação de elementos que suportam paredes.

Observa-se que o limite admissível para deformação em paredes de alvenaria é inferior aos limites de aceitabilidade para estruturas de concreto armado e pavimentos.

As fissuras causadas por deformabilidade das estruturas podem assumir diferentes configurações: fissuras em arco por deformação da viga de apoio, fissuras inclinadas por deformação das vigas de apoio e superior, fissuras por sobrecarga da viga superior, fissuras inclinadas por deformação de vigas e lajes em balanço, fissuras horizontais por deformação de lajes de cobertura, entre outras.

• Fissuras em paredes por deformação do apoio.

As fissuras em paredes por deformação do apoio ocorrem em paredes de vedação apoiadas em vigas nos prédios estruturados. Nesta configuração, a viga inferior que apóia a alvenaria deforma-se, gerando fissuras horizontais na base da parede e/ou fissuras em forma de arco. Esta configuração é característica de paredes sem aberturas, e pode ocorrer também quando a deformação da viga inferior é maior que a deformação da viga superior.

Figura: Fissuras em parede por deformação da viga de apoio.

• Fissuras em paredes por deformação da viga superior

As fissuras em paredes por deformação da viga superior ocorrem em paredes de vedação de prédios com estruturas reticuladas de concreto armado. Nesta configuração, é a viga superior que se deforma, gerando fissuras inclinadas nos cantos superiores da parede e verticais na zona central.

Também esta configuração é característica de paredes sem aberturas, e pode ocorrer quando a deformação da viga superior é maior que a deformação da viga inferior. A deformação da viga superior pode gerar fissuras por compressão da alvenaria, assumindo a configuração de fissura por sobrecarga.

Figura: Fissuras em parede de vedação por deformação da viga superior

• Fissuras em paredes com aberturas por deformação da estrutura

Nas paredes com aberturas as fissuras por deformação da estrutura podem ganhar diversas configurações. Dependem do tamanho da parede, do tipo de movimentação da estrutura,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com