TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Materiais e Métodos Ensaio Charpy

Por:   •  6/6/2016  •  Trabalho acadêmico  •  366 Palavras (2 Páginas)  •  291 Visualizações

Página 1 de 2

Materiais e Métodos Ensaio Charpy

Para o procedimento do Ensaio Charpy foi utilizado 12 corpos de prova de aço 1060, baseados na norma ASTM E23, Charpy tipo A (Fig.1), onde o corpo de prova é provido de um entalhe para localizar a fratura e produzir um estado triaxial de fraturas. A norma utiliza as seguintes dimensões para o corpo de prova:

[pic 1]Fig.1- Normas ASTM E23

Os corpos de prova utilizados foram submetidos a diferentes temperaturas para a realização do ensaio, e em cada temperatura foram usados dois corpos de prova. Para as temperaturas de 100ºC e 200º, os corpos foram levadas ao forno do tipo Mufla antes do ensaio, e para as temperaturas de 0ºC, -20ºC e -190ºC eles foram levados a gelo e nitrogênio líquido, e os dois corpos de prova da temperatura ambiente já estavam separados. Ao retirar os corpos de prova da temperatura que estavam submetidos eles deveriam ser ensaiados o mais rápido possível (<6s), caso contrário o corpo de prova teria que ser resfriado ou aquecido por no mínimo 15 minutos.

A máquina utilizada para o ensaio foi a Máquina de Ensaios Alemã Mohr & Federhaff AG fabricada em torno de 1970/1972. O Ensaio é realizado por um pêndulo de impacto. O corpo de prova é disposto na base na máquina, de forma que ele ficasse bi-apoiado, com a superfície que não continha o entalhe voltado para trás, região esta que receberia o impacto do pêndulo e onde ocorre a maior tensão (seção transversal média). O Pêndulo então é elevado até a altura máxima da máquina e é travado. É posicionado na escala o ponteiro de alumínio para a capacidade máxima de energia potencial (30 Kgf.m), e o ponteiro de madeira é posicionado a esquerda do de alumínio, estes fariam as leituras da energia absorvida em Kpm. Posteriormente, para cada corpo de prova foi solto o pêndulo e o martelo ao atingir estes, levava-os a fratura, por fim, a máquina era freada pelo operador com ajuda do técnico.

Por fim, foi utilizado o software ORIGIN na versão 7.0 para encontrar a curva do aço 1060 num gráfico de energia absorvida por temperatura, afim de se observar a influência da temperatura de transição dúctil-frágil.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.1 Kb)   pdf (95.2 Kb)   docx (17.3 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com