TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

RESENHA CRITICA DO LIVRO: “A VIDA DIGITAL” DE NICHOLAS NEGROMONTE

Por:   •  12/9/2013  •  Tese  •  453 Palavras (2 Páginas)  •  520 Visualizações

Página 1 de 2

RESENHA CRITICA DO LIVRO: “A VIDA DIGITAL” DE NICHOLAS NEGROMONTE.

Nicholas Negromonte

É um cientista americano formado em arquitetura e o idealizador do projeto “One Laptop per Child”. Seu livro, lançado em 1995, é um fenômeno da era digital. A vida digital já foi visto por milhões de pessoas em todo mundo.

O big bang dos gráficos

O autor do livro relata mudanças ocorridas no meio digital. Segundo ele, a tese de Ivan Sutherland, desencadeou no mundo á ideia da computação gráfica interativa. Com o programa era possível interagir com a tela do computador por intermédio de uma caneta ótica. Só depois de alguns anos, é que foi possível perceber a magnitude desse feito.

O interesse pelo tempo real e a interatividade na computação gráfica foi ficando para trás, em vez disso, a maior parte da energia criativa foi canalizada para sintetizar as imagens realistas, com processamento independente e não mais em tempo real.

O autor do livro procura ver qual é a “intenção” gráfica das pessoas. Ao desenhar, uma pessoa tem duas intenções completamente diferentes. O comportamento varia de pessoa para pessoa, pois cada tem um estilo, ou seja, sua maneira de desenhar. Logo então, o computador teria que se adequar a esses estilos de usuários, o que veio acontecer trinta anos depois. O pixel passou a ser o elemento primário da computação gráfica antes a linha.(pag 102,103)

O poder do pixel

Negromonte afirma que o bit é um elemento atômico da informação, e o pixel é o nível molecular dos gráficos, sendo que a palavra é derivada de picture e elemento. Para se ter um melhor resultado numa imagem monocromática qualquer, quanto menores os quadrados e mais finos os grãos, o resultado é alcançado. A natureza molecular do pixel, é o segredo de seu poder. O pixel tende a exigir muita memória.

Os gráficos de consumo

As empresas começaram a investir na área. “ mais ou menos à mesma época, os jogos eletrônicos introduziram um tipo diferente de computador e de gráficos. Eram produtos bem elaborados e as empresas tem seus lucros maiores com jogos.

Análise

O autor americano enfatizou de forma objetiva o advento da computação gráfica. Relaciona esse processo de evolução digital numa linguagem que desperta no leitor uma curiosidade em conhecer mais está ciência tecnológica que se desenvolve a cada dia.

Deixou claro, a importância dos pixels e dos bits na utilização dos usuários da computação gráfica nos dias passados e dos dias atuais. Com essa progressão é possível fazer praticamente tudo que se possa pensar, pois essas ferramentas permitem tal acontecimento

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.8 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com