TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Terminais De Consulta Para As Cidades Da Copa Do Mundo

Dissertações: Terminais De Consulta Para As Cidades Da Copa Do Mundo. Pesquise 790.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  6/4/2013  •  2.198 Palavras (9 Páginas)  •  768 Visualizações

Página 1 de 9

O Ciclo de Vida do Desenvolvimento de Sistemasi

O Ciclo de Vida do Desenvolvimento de Sistemas ( SDLC – Systems Development Life Cycle), conhecido também com o

“ciclo de vida do software” refere-se aos estágios de concepção, projeto, criação e implementação de um SI. Um

desdobramento possível para SDLC é mostrado a seguir:

O levantamento das necessidades também chamado de análise de requisitos , identifica as necessidades de

informações da organização.

A análise de alternativas consiste na identificação e avaliação de sistemas alternativos.

Projeto trata da construção das especificações detalhadas para o projeto selecionado. Essas especificações incluem

o projeto das interfaces, banco de dados, características físicas do sistema, tais como número, tipos e localizações das

estações de trabalho, hardware de processamento, o cabeamento e os dispositivos de rede. Deve especificar os procedimentos

para testar o sistema completo antes da instalação

Desenvolvimento inclui o desenvolvimento ou aquisição do software, a provável aquisição do hardware e o teste do

novo sistema.

Implementação ocorre após o sistema ter passado satisfatoriamente por testes de aceitação. O sistema é transferido

do ambiente de desenvolvimento para o ambiente de produção. O sistema antigo (se existir) deve migrar para o novo.

Manutenção refere-se a todas as atividades relacionadas a um sistema depois que ele é implementado. Deve incluir

atividades tais como a correção de software que não funcione corretamente, a adição de novos recursos aos sistemas em

resposta às novas demandas dos usuários,...

Não há modelo de SDLC uniformemente aceito. Alguns modelos combinam desenvolvimento e implementação em

uma única etapa. Outros combinam o levantamento e a análise das necessidades também em uma única etapa. Alguns

modelos dividem o projeto em projeto lógico e projeto físico.

Desenvolvimento de Sistemas como um Processo

Muitas organizações vêem cada iniciativa de desenvolvimento de sistemas como um projeto. As organizações mais

sofisticadas, entretanto, tratam o do desenvolvimento de sistemas como um processo. Elas reconhecem que, embora os

sistemas possam diferir substancialmente uns dos outros, seu desenvolvimento segue um roteiro previsível, bem definido e

manejável. Estas organizações aprendem com seus sucessos e erros. Elas criam manuais de instruções sobre temas que

auxiliam os administradores e os desenvolvedores a repetir o êxito obtido em atividades bem-sucedidas e a evitar as

malsucedidas. Eles gradualmente acumulam um conjunto de ferramentas que auxiliam a institucionalizar, automatizar e

auditar as atividades associadas com o desenvolvimento de sistemas. Eles podem medir o sucesso de suas iniciativas de

desenvolvimento de sistemas usando métricas e indicadores, tais com tempo para conclusão, a mão-de-obra necessária e as

falhas no produto final relacionadas com as características ou complexidade do novo sistema.

As organizações podem usar ferramentas de software de gestão de processos comerciais para auxiliá-las na

padronização e melhoria dos seus processos de desenvolvimento de sistemas. A maioria dos produtos de software de gestão

de processos enfatiza uma metodologia de desenvolvimento específica. Uma metodologia é um conjunto prescrito e

Levantamento das

Neessidades

Análise de

Alternativas

Projeto

Desenvolvimento

Implementação

Manutenção

documentado de práticas, ferramentas, documentos, relatórios e, frequentemente, anotações. Os pacotes comerciais de

software de gestão de processos fornecem suporte para várias metodologias populares, tais como o RUP (Rational Unified

Process). Este software normalmente inclui gabaritos ou modelos para guiar os desenvolvedores na criação de produtos

intermediários, tais como esboços, especificações e quaisquer outras saídas associadas com a metodologia que ele suporta.

As organizações às vezes designam um administrador de processos ou bibliotecário de processos para customizar

templates ou modelos e tutoriais conforme os padrões da organização e para reunir as métricas e as melhores práticas para a

customização da biblioteca de processos.

As organizações que tratam o desenvolvimento de sistemas como um processo frequentemente esforçam-se para

aplicar aos seus métodos os princípios da gestão de qualidade total e da melhoria do processo. O Software Engineering

Institute (SEI) desenvolveu e popularizou um modelo chamado CMM (Capability Maturity Model) que auxilia estas

organizações a medir quão bem elas alcançam estes objetivos e as guia na melhoria de seus processos de desenvolvimento de

sistemas.

O software de gestão de projetos complementa o software de gestão de processos com ferramentas que os líderes de

projetos podem usar como auxílio na administração de um projeto de desenvolvimento de software

...

Baixar como (para membros premium)  txt (16.7 Kb)  
Continuar por mais 8 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com