TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Densidade dos Materiais de Construção: Tijolo, Prego, Areia e Isopor

Por:   •  7/6/2015  •  Trabalho acadêmico  •  2.508 Palavras (11 Páginas)  •  390 Visualizações

Página 1 de 11

Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – Campus Santo Ângelo

DECC - Departamento de Engenharia e Ciências da Computação

Curso de Engenharia Civil

Disciplina: Química Geral e Experimental I

Densidade dos Materiais de Construção: Tijolo, Prego, Areia e Isopor

        

Academicos:

Christian Stefanoski

Christiane Sassi de Lima

Leo Heleno

Professor: Isaac Nunes

Santo Ângelo, 27 de Maio de 2015.


1 – OBJETIVO

Este relatório tem por objetivo apresentar um estudo sobre a densidade de quatro materiais utilizados na construção civil, sendo eles: tijolo, prego, areia e isopor.

2 – INTRODUÇÃO

Consta nos anais da história que Arquimedes, sábio da Grécia, descobriu que um corpo submerso na água se torna mais leve devido a uma força realizada pelo líquido sobre o corpo, no sentido vertical e para cima, que ameniza o peso do corpo. A esta força ele chamou de empuxo.

Portanto, em um corpo que se encontra submerso em um líquido agem duas forças: a força peso, devido à interação com o campo gravitacional terrestre; e a força de empuxo, devido à sua interação com o líquido.

A densidade é umas das propriedades que caracterizam uma substância, por isso é classificada como sendo uma propriedade específica. Segundo PERUZZO e CANTO(2006), denomina-se densidade de uma espécie de matéria o quociente entre sua massa e o volume por ela ocupado. Segue abaixo a fórmula da densidade:

[pic 1]

Verifica-seno princípio de Arquimedes que após um objeto ser imerso em um fluido, o volume aumentado que caberia dentro da parte imersa no fluido, estando ele totalmente ou parcialmente imerso, seria o volume do objeto como mostra figura abaixo:

Figura 1. Principio de Arquimedes.

[pic 2]

Fonte: www.infoescola.com

Então, o princípio de Arquimedes é uma ferramenta de medição utilizada para se determinar o volume dos materiais a serem estudados.

2.1 TIPOS DE DENSIDADE

Densidade Real e         Aparente

Equivale ao real volume que determinado sólido ocupa, não levando em conta sua permeabilidade. Considera-se o volume dosolo ocupado efetivamente pelas partículas, sem levar em conta o espaço permeável.

Densidade aparente corresponde ao volume ocupado por umadeterminada massa de sólido, incluindo a permeabilidade. Ambas são definidas pela fórmula d=m/v onde a densidade geralmente é encontrada em g/cm³ ou kg/m³.

Densidade Relativa

É divisãoda densidade de uma substância com a densidade de um dado material de referência.

Se a densidade relativa de uma substância é menor do que um, então ela é menos densa do que a referência. Se for superior a um então ela é mais densa do que a referência. Se a densidade relativa é exatamente igual a um então as densidades são iguais, isto é, os volumes iguais das duas substâncias têm a mesma massa. Se o material de referência é a água, uma substância com uma densidade (ou gravidade específica) inferior a um, vai flutuar. Por exemplo, um cubo de gelo, com uma densidade de cerca de 0,91 g/cm³, irá flutuar na água. Uma substância com uma densidade relativa maior que um afundará.

Temperatura e pressão devem ser especificadas, tanto para a amostra quanto paraa referência. A pressão é quase sempre 1atm. Quando não for, é mais comum especificar a densidade diretamente. Temperaturas, tanto para amostra e referência, variam de setor para setor.

A gravidade específica é freqüentemente usada na indústria como meio simples de aquisição de informações sobre a concentração de soluções de diversos materiais, como salmouras, soluções de açúcar (xaropes, sucos, méis, etc.) e de ácidos.

Densidade absoluta

No que tange a densidade absoluta, também conhecida como massa específica, sendo esta definida como a razão absoluta entre a massa e o volume de estipulado material onde cada um tem sua densidade absoluta diferente do outro.

A massa pode sempre ser medida com uma balança – tratando-se de objetos – e o volume de um objeto regular pode ser medido multiplicando-se o comprimento, a largura e a altura.

Nos casos de objetos irregulares, que não possam ser medidos e calculados a sua área em função de sua forma, usa-se o princípio de Arquimedes para obter-se o volume.Tem-se também a densidade dos líquidos, que para se obter o valor absoluto, pode-se utilizar o picnometro e o densímetro.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (17 Kb)   pdf (256.4 Kb)   docx (63.5 Kb)  
Continuar por mais 10 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com