TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A importância do financiamento Fies para o ensino superior

Por:   •  26/5/2017  •  Projeto de pesquisa  •  1.324 Palavras (6 Páginas)  •  145 Visualizações

Página 1 de 6

NOME DE SUA FACULDADE

SEU NOME

A importância do financiamento Fies para o ensino superior

SEU ESTADO

2017

SEU NOME[pic 1]

A importância do financiamento Fies para o ensino superior

Projeto apresentado como requisito para aprovação da disciplina de Projeto XXXXXX, no curso de XXXXXX da Faculdade XXXXXX

Orientadora Prof. XXXXXX

SEU ESTADO

2017

SUMÁRIO[pic 2]

INTRODUÇÃO..............................................Pag 04

Justificativa..................................................Pag 05

OBJETIVOS..................................................Pag 05

Objetivo Geral..............................................Pag 05

Objetivos Específicos.................................Pag 05

REFERENCIAL TEÓRICO ...........................Pag 06

METODOLOGIA............................................Pag 06

CRONOGRAMA ............................................Pag 07

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS........ .....Pag 09

INTRODUÇÃO

O crescimento de qualquer país passa pela educação e no Brasil não pode ser diferente. A taxa líquida de jovens entre 18 e 24 anos de idade que frequentam o ensino superior é de apenas 16%, um número que ainda está muito atrás dos países latino-americanos como Argentina, Colômbia e Chile. A criação de Fies é certamente um dos fatores que contribuiu para o grande salto que a formação de profissionais vive na última década. Possivelmente, será fundamental para o Brasil atender ao objetivo do Plano Nacional de Educação (PNE) de formar 10 milhões de graduados até 2020.

Um dos grandes impulsionadores para este registro em Fies e o avanço da mensalidade no ensino superior privado preocupa, entre outras coisas, a reformulação pela qual o programa de financiamento passou. Em 2010, a taxa de juros para adesão foi reduzida de 9% para 3,4% ao ano. Além disso, foi aprovada a prorrogação do período de carência de seis meses a um ano e meio. Desta forma, o aluno, após a graduação, ganhou mais tempo para começar a pagar as prestações do empréstimo.

          Desde o início, a iniciativa privada tem desempenhado um papel muito importante neste processo, trabalhando com o MEC para fazer do FIES um instrumento para a inclusão dos jovens no ensino superior. Um dos principais obstáculos, que era o requisito do garante, poderia ser contornado pela criação do Fundo de Garantia para Operações de Crédito Educacional (FGEDUC), para que os estudantes de baixa renda pudessem ter acesso ao financiamento sem a apresentação do fiador. Hoje temos cerca de 30% dos contratos de programa garantidos pelo fundo.

Justificativa

          O projeto em questão foi desenvolvido, para o melhor entendimento sobre os pontos positivos e negativos, sobre este projeto, que foi implementado de forma errada e que aos poucos vem seguindo seu rumo certo, dentro de sua própria estrutura.

          Todas as políticas públicas passam por um período de adaptação e melhoria contínua, a fim de satisfazer satisfatoriamente as partes interessadas para alcançar os objetivos desejados. Nada é tão bom que não pode ser melhorado:

          É necessário ampliar a estrutura do FNDE para atender aos alunos e instituições de forma oportuna. Para isso, é indicada a abertura de um canal direto tanto para o aluno como para as IES, com a finalidade de solucionar os problemas operacionais que surgem diariamente e que, muitas vezes, não podem esperar para serem resolvidos, sob pena de perda de prazos;

          Também é necessário definir, por parte do MEC, a liberação do financiamento para módulos de ensino à distância (EAD), uma modalidade de ensino que tem crescido consideravelmente. De acordo com o último Inep Census, a EAD representa 14,6% das matrículas, o que ainda vem a ser muito discutido, sobre esta modalidade, que se encontra pouco coberta pelo projeto e modelo atual.

OBJETIVOS

Objetivo Geral

Identificar os diversos pontos, sofridos na assistência aos usuários do programa e a sua tentativa de redução do índice de inadimplentes, que fecham os contratos, antes ou depois do prazo.

Objetivos Específicos

  • Identificar os erros na estrutura do programa ;
  • Analisar as condutas tomadas pelos agentes financeiros para promover a assistência ao usuário;
  • Evidenciar as questões pertinentes ao período de contratação e aditamento de contrato .

REFERENCIAL TEÓRICO

          Nos últimos 20 anos, o ensino superior no Brasil tem expansão do número de instituições e matrículas. Este fenômeno tinha o seu enquadramento a Constituição Brasileira de 1988 e tem uma série de documentos legais que e validar, como a Lei de Bases e Diretrizes de Educação (LDB), os planos da educação (PNE) (2001/2011 e 2014/2024). Estes documentos da educação para atingir os objetivos propostos, possibilitando garantir maior número de cidadãos o direito ao ensino superior.

          A análise da importância do Fundo de Financiamento ao Estudante (FIES),

o objetivo de permitir o direito fundamental ao ensino superior é o Âmbito do trabalho. Inicialmente, o trabalho conceitualizará o direito ao ensino superior como direito fundamental e, portanto, dever do Estado. Posteriormente, a educação no sistema jurídico brasileiro configurá-lo como direito-dever. E, finalmente, o Fies e será historicamente contextualizada para destacar seus resultados e entender sua importância no cenário educacional brasileiro.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9.5 Kb)   pdf (115.7 Kb)   docx (20.4 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com