TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

GIRLS SCOUTS, TI E PERSPECTIVAS PARA A EXPANÇÃO

Por:   •  9/5/2015  •  Trabalho acadêmico  •  3.888 Palavras (16 Páginas)  •  1.081 Visualizações

Página 1 de 16

[pic 1]

UNOPAR EAD

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

OS BISCOITOS: GIRLS SCOUTS, TI E PERSPECTIVAS PARA A EXPANÇÃO

GLÉCIO COLARES BAIRROS

                                                    Canoas (RS), 2015

GLÉCIO COLARES BAIRROS

OS BISCOITOS: GIRLS SCOUTS, TI E PERSPECTIVAS PARA A EXPANÇÃO.”

Trabalho apresentado ao Curso de Administração de Empresas, da Faculdade Unopar de Canoas, como requisito das disciplinas de Gestão de Projetos, Administração da Produção e Logística, Empreendedorismo e Plano de Negócios, e Seminário VII   sob orientação dos Professores. Marco Ikuro Hisatomi; Luiz Antônio Gabriel; Alfredo Ribeiro de Almeida; Gisleine Fregonese; Sebastião Oliviera.

Canoas (RS), 2015.

[pic 2]

[pic 3]

  1. Gestão de Projetos[pic 4]

  1. A gestão de projetos é uma ferramenta de vital importância para o sucesso do mesmo, dentro desta ferramenta existem algumas linhas que podem ser adotadas para a criação do projeto em si, e uma delas é o PMBoK, o mesmo trabalha diversas áreas do conhecimento que compõem a criação de todo o projeto que será elaborado até se chegar na etapa em que o projeto entre em pratica.

 

  1. Gestão dos Riscos
  1. Dentro das áreas do conhecimento citadas acima, a gestão dos riscos e uma das importantíssimas etapas que fazem a composição do todo, é ela que tem o objetivo de maximizar os eventos positivos e minimizar os eventos negativos, é ela que faz toda a análise do que pode vir a prejudicar o projeto quando estiver na fase de colocá-lo em pratica, e ao mesmo tempo, esta área busca mostrar aos criadores do mesmo, oportunidades que podem ser exploradas, buscando sempre um melhor resultado para o mesmo. E de que forma isso é feito? Isto é realizado através de um processo sistemático, que nada mais é do que identificar, analisar, e dar respostas aos riscos do projeto, como foi relatado anteriormente, sejam eles benéficos, ou nocivos na concretização do mesmo. E qual a sua finalidade? Identificar e documentar os riscos que possam vir a afetar o sucesso do projeto. Abaixo alguns pontos importantes que são vitais para que se possa realizar as identificações de forma correta.
  2. Participantes do Projeto

- Todas as pessoas que compõem o projeto precisão participar desta fase.

- Se necessário, convocar especialistas de outras áreas da empresa para auxiliarem no processo.

- Stakeholders são fundamentais para o andamento desta fase com sucesso.

- Cliente, usuários finais, e etc.

1.2.3   O Processo é Interativo

            - Primeiro é envolvido apenas uma parte da equipe.

            - Segundo entram em ação o restante das pessoas que compões a equipe, juntamente com os “Stakeholders”.

            - E finalmente pessoas que não fazem parte do projeto, isso é feito para que não criem resultados induzidos pelos envolvidos diretamente no mesmo.

            - O processo de identificação é realizado impreterivelmente durante as fases de iniciação e planejamento do projeto.

            - A identificação é um processo continuo, durante todas as outras fases do projeto, pois como foi falado anteriormente, busca minimizar os pontos prejudiciais, e maximizar os pontos positivos do mesmo.

            - A identificação só é completada quando o WBS e que todos saibam exatamente “o que é o projeto”.  

  1.  Gestão do Escopo
  1. Dependendo do modelo do projeto em si, esta fase pode ser dividida em duas etapas isto é feito para que se tenha cada uma delas bem clarificadas, e com objetivos bem claros e definidos, já que são situações diferentes, por isso existe o chamado Escopo do Projeto, e o Escopo do Produto, ambos são de vital importância, mas possuem focos diferentes entre eles. O Escopo do Projeto em si tem por objetivo mostrar todo o trabalho que terá que ser realizado para a produção do produto, ou serviço que será oferecido. E o Escopo do Produto como falado anteriormente tem um foco diferente, nele a gestão do mesmo busca deixar claro quais são as característica e funcionalidades que caracterizam o produto ou o serviço que será oferecido para os consumidores. E o que o Gerenciamento do Escopo do Projeto busca? Ela tem por objetivo, garantir que o projeto realize todo, o trabalho necessário, e ao mesmo tempo apenas o que realmente é necessário para o sucesso do mesmo.
  2. Algumas característica para uma boa realização desta etapa

- Definir e controlar o que será incluído ou não no projeto.

- Incluir somente os artefatos para gerenciar o escopo do projeto, e não o do produto, por isso é importante trabalhar de forma dividida já que ambos possuem focos diferente, com objetivo em comum.

- Checagem constante para ter certeza de que todo o trabalho necessário está sendo feito da forma como foi projetado anteriormente.

- Impedir a realização de trabalho extra, que não faça parte do projeto, pois isso acaba acarretando em prejuízo para o bom andamento do mesmo.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (24.6 Kb)   pdf (200.8 Kb)   docx (66.1 Kb)  
Continuar por mais 15 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com