TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

CDAs Martins

Resenha: CDAs Martins. Pesquise 788.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  8/10/2013  •  Resenha  •  1.297 Palavras (6 Páginas)  •  199 Visualizações

Página 1 de 6

Criada em 1989 para suprir as necessidades de transporte de mercadorias do Martins, a Marbo tinha como objetivo realizar o suprimento do novo modelo de distribuição do maior atacadista da América Latina. Desde o início, experimentou um considerável crescimento, investindo em seus primeiros cinco anos US$50 milhões em frota e tecnologia.

Até 1993, sua atuação comercial se concentrou no aproveitamento do retorno da frota vinda dos CDAs Martins (Centros de Distribuição Avançados). A partir daí, constantes transformações estruturais surgiram para a adaptação da organização à economia e às novas oportunidades; começava um novo negócio, a abertura para o mercado com serviços de transporte para outros clientes.

Em 1998, amplia seu escopo e, além de prestar serviços de transferência, passa a distribuir e a realizar trabalhos em logística integrada. Nesse período, cresceu 15% em relação ao ano anterior, com um faturamento de R$ 70 milhões. Em 99, faturou R$ 89 milhões e a previsão para 2000 é de R$ 120 milhões com investimentos projetados para os próximos 2 anos na ordem de R$ 2 milhões. Os planos de metas da organização para este ano objetivam um crescimento de 34% em relação a 99.

A Marbo hoje já é apontada como uma das maiores empresas do segmento da América Latina, com posicionamento estratégico diferenciado e com infra-estrutura para operar em todo o território nacional. Oferece com qualidade, projetos personalizados de logística, integrando a cadeia global de suprimentos (supply chain) graças a seus sofisticados e atuais sistemas de informações, e a sua equipe de profissionais que dão apoio às decisões para a utilização de alternativas de multimodalidade.

O que o cliente necessita é da soma dos itens qualidade do produto, conveniência, comodidade, entrega certa, no lugar certo, na hora correta, na quantidade solicitada e com garantia de mercadorias sem avarias e, claro, segurança no processo. E os grandes clientes da Marbo contam com isso; são eles: Souza Cruz; Gessy Lever; São Paulo Alpargatas; Grendene, Vicunha; Brasperola; Hanggus; Itambé; Chocolates Garoto; Fleischman; Ducôco; Terphane; Durametal; UDV (United Destillers Vintners); Ceras Johnson; Colgate Kolynos; Honda; Johnson&Johnson; Bayer; Bic; Itautec Philco; Gradiente; Electrolux; Multibrás; O Boticário; Martins e Nestlé.

Seu centro de Atendimento ao Cliente, apresenta informações sobre previsão de chegada dos produtos, posição da carga e outros serviços através de linha 0800 e da Internet. E para o controle da manutenção e conservação da frota utiliza o SCOF - Sistema de Controle e Operação de Frota; um software que concentra as informações que vêm do campo nos centros de decisões gerenciais. Servidores de correio eletrônico, para a troca de informações on-line com suas filiais, diminuem a distância geográfica com o campo e tornam mais eficiente a comunicação externa.

A Marbo atua em âmbito nacional; opera com três Centrais de Distribuição e Armazenagem localizadas em Uberlândia/MG, São Paulo/SP e João Pessoa/PB e, também, com 44 filiais estrategicamente distribuídas pelo país. Somam ao todo 182.000 m2 de espaço para armazenagem. A capacidade de estocagem é de 136.000 pallets, o equivalente a 123.000 toneladas. Possuindo conhecimento em tecnologia de armazenagem, seus 3 transelevadores movimentam mais de 22 mil pallets/mês. Como sistema de controle de armazém utiliza o WMS que opera com rádio freqüência e código de barras.

Paletização, unitização, kitting, expedição, consolidação de pedido, armazenagem, recebimento e conferência, gestão de estoque, carga e descarga, transferência, cross docking, distribuição fracionada, abastecimento em gôndolas e picking são alguns dos serviços prestados pela organização.

Atualmente possui 1200 colaboradores e gerencia mais uma equipe de 2600 pessoas que compõem seu contigente logístico. Deste total, 2000 são motoristas, entre eles carreteiros e entregadores. Um de seus destaques, são os cursos e treinamentos oferecidos aos seus condutores, contabilizando mais de 15 mil horas no ano de 99. São cursos importantes, atendimento com qualidade ao cliente, direção defensiva, condução econômica, avarias em cargas, segurança, entre outros.

Uma estrutura de logística integrada deste porte, tendo em vista as peculiaridades geográficas e extensão do território nacional, precisa envolver uma competente equipe de profissionais, como consultores e estrategistas em inteligência logística, além de complexos sistemas de computadores para conseguir equacionar as necessidades de recepção, carga, descarga e distribuição do enorme volume de mercadorias, aproximadamente 1.000.000 toneladas transportadas por ano, rodando 70 milhões de km, ou seja, o equivalente a pelo menos 24 viagens à lua a cada mês e com mais de 80 mil viagens por ano.

Para vencer o desafio de integrar produção e consumo com o melhor custo/benefício, a empresa investiu em tecnologia R$ 1.5 milhões, no ano de 99. Altos investimentos garantem à Marbo a posição de empresa com o maior número de veículos equipados com sistema de monitoramento e computadores de bordo da América Latina no segmento. Atualmente, 100% da sua frota de reboques (cavalos mecânicos) é monitorada por

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8.8 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com