TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

CONTABILIDADE FINANCEIRA 2ª ETAPA

Ensaios: CONTABILIDADE FINANCEIRA 2ª ETAPA. Pesquise 843.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  18/7/2013  •  621 Palavras (3 Páginas)  •  521 Visualizações

Página 1 de 3

• REGIME DE COMPETÊNCIA

O reconhecimento das receitas e gastos é um dos aspectos básicos da contabilidade

que devem ser considerados para poder avaliar adequadamente as informações financeiras.

O regime de competência é um princípio contábil, que deve ser usado, na prática, em

qualquer alteração patrimonial, independentemente de sua natureza e origem. Sob o método

de competência os efeitos financeiros das transações e eventos são reconhecidos nos períodos

nos quais ocorrem, independentemente de terem sido recebidos ou pagos.

Permitindo assim que as transações sejam registradas nos livros contábeis e sejam

apresentadas nas demonstrações financeiras do período no qual os bens (ou serviços) foram

entregues ou executados. É apresentada assim uma associação entre as receitas e os gastos

necessários para gerá-las.

As demonstrações financeiras preparadas sob o método de competência informam

aos usuários não somente a respeito das transações passadas, que envolvem pagamentos

e recebimentos de dinheiro, mas também das obrigações a serem pagas no futuro e dos

recursos que representam dinheiro a ser recebido no futuro. Sendo assim, proporcionam

o tipo de informações sobre transações passadas e outros eventos, que são de grande

relevância aos usuários na tomada de decisões econômicas.

As receitas e as despesas devem ser incluídas sempre na apuração do resultado do

período em que ocorrerem simultaneamente quando se correlacionarem, independentemente

de recebimento ou pagamento. O reconhecimento simultâneo das receitas e despesas é

conseqüência natural do respeito ao período em que ocorrer sua geração. Para todos os

efeitos, as Normas Brasileiras de Contabilidade elegem o regime de competência como único

parâmetro válido, portanto, de utilização compulsória no meio empresarial.

• REGIME DE CAIXA

No Regime de Caixa, as receitas são reconhecidas e registradas na data da entrada de

recursos (recebimento de numerários) seja pela venda de bens ou pela prestação de serviços,

e as despesas são registradas na data da saída de recursos (pagamento). Pode-se dizer que o

regime de caixa consiste no registro exclusivo das movimentações (entradas e saídas) dos

Exemplo de casos que retratam esta situação:

• Vamos supor que a assinatura anual de um jornal custou R$ 120,00 e esta quantia foi paga

para a editora em quatro vezes sem juros de R$ 30,00. No regime de caixa os valores pagos serão

considerados

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.4 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com