TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

De Acordo Com Que Foi Visto Na Unidade, O Resumo De Uma Narrativa é A Sequência Dos Principais Acontecimentos Da História. Leia O Texto E Assinale A Alternativa Que Melhor Resume Seus Acontecimentos: O Camundongo Da Cidade E O Do Campo

Dissertações: De Acordo Com Que Foi Visto Na Unidade, O Resumo De Uma Narrativa é A Sequência Dos Principais Acontecimentos Da História. Leia O Texto E Assinale A Alternativa Que Melhor Resume Seus Acontecimentos: O Camundongo Da Cidade E O Do Campo. Pesquise 794.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  13/4/2014  •  412 Palavras (2 Páginas)  •  1.856 Visualizações

Página 1 de 2

De acordo com o conteúdo referencial da unidade, as estratégias de pré-leitura:

a) são ações que acionam os conhecimentos prévios do leitor sobre o gênero ou outros aspectos relacionados ao texto que será lido, o que facilitará seu entendimento.

b) permitem o contato com os comentários de quem já leu o texto, o que tornará possível uma boa análise das ilustrações, que levará à compreensão plena do assunto abordado.

c) podem ser úteis, porém as estratégias de pós-leitura são muito mais importantes, uma vez que levam o leitor a refletir sobre o que já foi lido.

d) devem ser realizadas somente quando se trata de textos acadêmicos, sendo dispensáveis quando o leitor faz resumos ou lê gêneros mais simples.

e) colaboram para que o leitor entenda plenamente as intenções do autor; porém, quando se trata de uma narrativa, esses procedimentos se tornam ineficazes.

O texto narrativo a seguir está fora de ordem. Coloque-o na sequência adequada.

[1] – Não, é verdade. Olhe, lá na moita. Aquilo é uma mãe d’ouro. Dizem que quem chegar primeiro aonde está a mãe d’ouro fica rico!

[2] Bolaram, juntos, um plano para comerem todas aquelas delícias à mesa. À meia-noite, escondidos atrás de uma moita, Buscapé e Frieira pegaram esponjas de aço e lhes atearam fogo, chacoalhando-as para todos os lados, produzindo um pequeno espetáculo de luzes. Agora era a vez de Malazartes entrar em cena. Foi correndo em direção à casa, gritando: – Mãe d’ouro! Mãe d’ouro! – Curiosos, foram todos à janela para saber o que se passava.

[3] Naquela noite acontecia uma festa na casa do homem mais rico da cidade, que possuía uma bela fazenda. Havia muitos doces, salgadinhos, refrigerantes, tudo à vontade. Para variar, como todos soubessem de suas artimanhas, ninguém convidara Pedro Malazartes. Nem a seus dois amigos, o Buscapé e o Frieira.

[4] – Você aqui, Malazartes? – exclamou o dono da festa. – Aí tem!

[5] Malazartes enfiou num saco toda a comida e deu no pé antes que voltassem à casa. Mais tarde, reencontrou seus amigos, e se empanturraram de tanto comer.

[6] Como aquela gente era gananciosa! Foram todos correndo até a moita, esperando encontrar muito ouro. Acabaram encontrando muita esponja de aço e dois caipiras, que fugiram num pinote só, rindo-se da ingenuidade daquela gente.

a) 3; 2; 4; 1; 6; 5.

b) 5; 3; 6; 2; 4; 1.

c) 2; 6; 1; 3; 5; 4.

d) 6; 5; 3; 1; 4; 2.

e) 2; 4; 1; 5; 6; 3.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.5 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com