TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Respeito Da História Da Índia E Da China, Julgue Os Seguintes Itens Como Verdadeiros (V) Ou Falsos (F) E Assinale A Alternativa Correta.

Dissertações: A Respeito Da História Da Índia E Da China, Julgue Os Seguintes Itens Como Verdadeiros (V) Ou Falsos (F) E Assinale A Alternativa Correta.. Pesquise 785.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  28/3/2014  •  717 Palavras (3 Páginas)  •  321 Visualizações

Página 1 de 3

FEIRA DE SANTANA

O Município e a Vila foram criados no dia 9 de maio de 1833, com a denominação de Villa do Arraial de Feira de Sant’Anna, com o território desmembrado de Cachoeira, constituídas pelas freguesias de São José das Itapororocas (sede), Sagrado Coração de Jesus do Perdão e Santana do Camisão, atual município de Ipirá.

O nome da cidade é uma homenagem dos considerados fundadores. No século XVIII, o casal Domingos Barbosa de Araújo e Anna Brandoa ergueu uma capela na Fazenda Sant’Anna dos Olhos D’Água, em homenagem à sua santa de devoção, Senhora Sant’Anna.

O crescente ritmo de desenvolvimento do povoado exigiu a construção de ruas largas, onde começaram a ser instaladas casas comerciais em grande quantidade, para atender à população que crescia somada a chegada de brasileiros e estrangeiros que adotaram Feira de Santana como moradia.

Esse acelerado ritmo de crescimento levou o povo a reivindicar a criação do município. Era o nascimento daquela que se transformaria na segunda cidade do Estado, 31ª do país e uma vocação para atrair gente de todas as partes do país pela sua localização geográfica, como o entroncamento que une o país, e a hospitalidade do seu povo.

ASPECTOS GERAIS:

FEIRA DE SANTANA COM O MAIOR PIB DO INTERIOR DO NORDESTE

Feira de Santana é a cidade com maior PIB (Produto Interno Bruto) em toda a região nordeste, excluindo as capitais e municípios das regiões metropolitanas, conforme dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Os números são referentes ao ano de 2009 e foram divulgados nesta quarta-feira (14).

De acordo com os dados, o Produto Interno Bruto de Feira de Santana foi de R$ 6,3 bilhões. O crescimento da economia feirense em relação ao ano anterior foi de 18%. A segunda cidade no ranking (excluindo capitais e regiões metropolitanas) foi Campina Grande, na Paraíba, que registrou no período o PIB de R$ 3,8 bilhões. Vitória da Conquista, também na Bahia, segue em terceiro, com R$ 3,1 bilhões.

Completam a lista: Mossoró (RN), com R$ 2,9 bilhões; Caruaru (PE), com R$ 2,4 bilhões; Petrolina (PE), com R$ 2,2 bilhões; Itabuna (BA), com R$ 2,2 bilhões; Imperatriz (MA), com R$ 2,0 bilhões; Sobral (CE), com R$ 1,9 bilhões; e Ilhéus (BA), com R$ 1,9 bilhões. A economia feirense foi puxada pelo setor de serviços, que registrou o valor adicionado bruto superior a R$ 4 bilhões.

Na distribuição per capita (por número de habitantes), o PIB de Feira de Santana ficou em R$ 10.745,41, número que deixou o município em terceiro lugar na região nordeste, excluindo as capitais e regiões metropolitanas. O melhor PIB per capita nesta relação foi o de Mossoró (RN), R$ 11. 916,13. O segundo foi registrado em Sobral (CE), que ficou em R$ 10. 769,79.

A recém criada região metropolitana de Feira de Santana (que incluem os municípios de Amélia Rodrigues, Conceição da Feira, Conceição do Jacuípe, São Gonçalo dos Campos e Tanquinho) registrou o PIB de R$ 7,2 bilhões.

A ECONOMIA DE FEIRA DE SANTANA PRECISA CRESCER MAIS PARA GERAR MAIS RENDA PARA O MUNICIPIO E PARA O POVO

Dados do IBGE aponta um crescimento de 184,83% de crescimento do PIB feirense

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.4 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com