TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ATPS ANALISE DE INVESTIMENTOS ETAPA1

Artigo: ATPS ANALISE DE INVESTIMENTOS ETAPA1. Pesquise 804.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  9/4/2013  •  1.589 Palavras (7 Páginas)  •  916 Visualizações

Página 1 de 7

ATPS - ANÁLISE DE INVESTIMENTOS

ETAPA 1

Passo1

Os Tipos de Investimentos:

Os investimentos podem ser de diversos tipos, mas, basicamente, dividem-se em três grandes categorias, quando definidos em relação a sua origem.

Dessa forma, temos os seguintes tipos básicos de investimento:

Investimentos públicos: São recursos disponibilizados pelos governos ou entidades públicas a fim de gerar bem-estar social.Os investimentos públicos, em geral, não têm por objetivo gerar retornos monetários, mas sim retornos sociais.Alguns exemplos de investimentos públicos são hospitais, escolas, rede de saneamento básico, pavimentação de ruas, dentre outros.

Investimentos privados: São recursos disponibilizados por pessoas jurídicas ou físicas de direito privado, a fim de gerar retorno monetário aos investidores.Esse investimentos são os maiores geradores de empregos e tributos de qualquer país capitalista.Alguns exemplos de investimento privado são fábricas particulares, empresas de prestação de serviço particulares, lojas de varejo, shoppings centers, dentre outros.

Investimentos mistos: São recursos disponibilizados em parte pelos governos ou entidades públicas e, em parte, por pessoas físicas ou jurídicas de direito privado.Esse tipo de investimento normalmente estrutura-se na forma de uma empresa de capital misto e tem o objetivo de gerar tanto bem-estar para a sociedade quanto retorno monetário.Alguns exemplos de investimento misto são a Petrobrás e o Banco do Brasil.

Os investimentos têm uma importância fundamental tanto para a economia quanto para as organizações.

A economia de qualquer país só pode crescer com um fluxo contínuo de investimentos.A lógica dessa afirmação é que, para a economia crescer, faz-se necessário aumentar a produção das fábricas, empresas e fazendas das unidades produtivas, o que se mede mais tradicionalmente pelo Produto Interno Bruto( PIB).Uma vez que as unidades produtivas têm capacidade de produção limitada, ou seja, não podem produzir mais do que a capacidade de suas máquinas e instalações, para aumentar o PIB a longo prazo, é fundamental criar novas unidades produtivas e aumentar a capacidade das já existentes, o que só é possível via investimentos.

Os investimentos também são fundamentais para as organizações.Na verdade, a própria sobrevivência das organizações a longo prazo está condicionada ao volume de investimentos realizado por elas.O investimento influencia a sobrevivência das organizações em, pelo menos, dois aspectos:

Expansão das organizações: as organizações, em especial as privadas, têm por objetivo crescer e expandir seu mercado consumidor, de forma a poder gerar mais retorno para o investidor.A única forma de viabilizar esse crescimento é realizando investimentos.

Reposição do capital: as organizações, mesmo que não estejam em expansão, necessitam de um fluxo de investimento, no mínimo, suficiente para repor o desgaste e a obsolência das suas máquinas e equipamentos.Se essa reposição não for realizada, a organização acabará utilizando-se de máquinas e equipamentos desgastados e ultrapassados, o que acarretará em produtos e serviços mais caros e de menor qualidade que os de seus concorrentes, compromentendo, assim, a sua sobrevivência.

Dessa forma, as organizações, pelo menos as com "saúde financeira", mantêm um fluxo de investimentos a fim de garantir a reposição do seu capital e seus planos de expansão.Esse processo de investimento nas organizações é representado na figura a seguir:

Investimentos Retorno/Resultados

_________________________|

Reavaliação

Passo 2

Modelos de negócio na Internet:

Modelos de negócio são as diversas formatações que os empreendimentos adquirem ao utilizar a Internet como canal primáio ou secundário de comercialização.Como uma lista completa de modelos de negócio poderia se tornar quilometrica, na medida em que qualquer serviço ou produto existente pode ser comercializado via Internet, sistematizamos todas essas alternativas em três grandes grupos: Comerciante, Corretagem, e Publicidade com suas respectivas variantes

Comerciante

Modelos de negócios que envolvem a comercialização de serviços ou produtos tangíveis/digitais para pessoas físicas ou jurídicas.Pode ser um negócio baseado totalmente baseado na internet ou com reforço de uma loja tradicional.

Variantes: comércio misto, comércio virtual, comércio virtual puro, mercantil, mercantil direto.

Corretagem

Modelos de negócios dos chamados facilitadores de negócios na internet.São sites que facilitam e estimulam a realização de transações, através da manutenção de um ambiente virtual, que coloca em contato e aproxima os fornecedores e os potenciais compradores.

Variantes: shopping virtual, leilões on-line, portal vertical, metamediários

Publicidade

Modelos de negócios que utilizam o conceito das emissoras de TV e Radio, o chamado "Broadcasting".Oferecem produtos e serviços, gratuitamente, como informação e entreentimento, geram um grande volume de trafego e obtém receita através de anunciantes que desejam atingir esse público.

Variantes: Portais genéricos, Portais especializados e gratuidade

Fonte:

Modelos de Negócios na Internet. Disponível em:

<https://docs.google.com/leaf?id=0B9h_NveLKe7zYjJhMjI3YzgtZDcxMy00MDE1

LTllYTMtMmJiNjU3MzJmZjA4&hl=pt_BR&authkey=CMjG3uAO>. Acesso em: 29

set. 2012.

Novo Negócio

Abrir um novo negócio é sempre um desafio. Nunca se sabe o que pode vir pela frente e se a decisão pela atividade na qual irá atuar será a certa. Vários fatores influenciam na economia e, conseqüentemente, no hábito de consumo da população.

Antes de abrir a empresa dos sonhos,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (10.6 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com