TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Abordagens teóricas da sociologia na educação: sociologia Max Weber

Seminário: Abordagens teóricas da sociologia na educação: sociologia Max Weber. Pesquise 790.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  26/3/2014  •  Seminário  •  602 Palavras (3 Páginas)  •  329 Visualizações

Página 1 de 3

Aula Tema: Enfoques teóricos da Sociologia na Educação: Sociologia de Max Weber

OSASCO

OUTUBRO/2013

Enfoques teóricos da sociologia na educação: Sociologia de Max Weber

Para Max Weber os professores não se preocupavam com o ensino dos alunos, portanto só era passado aos mesmos, o que é proposto aos professores. Eles não fazem com que os alunos reflitam sobre o conteúdo, querem apenas que os alunos decorem aquilo que foi falado.

. Os professores não dão oportunidades aos alunos para se expressarem, ou seja, falam e o que pensam a respeito dos assuntos, e os alunos tem que aceitar.

Este tipo de atitude dos professores acabam prejudicando os alunos futuramente, interferindo em sua formação, e não ajudam na reflexão, fazendo com que os mesmos não questionem sobre os assuntos, e nem muito menos observem sobre, para tomar decisões.

Os professores só querem passar seus conhecimentos e conteúdos propostos, não possuem interesses em relação à aprendizagem dos alunos. Para eles só tem importância o que foi passado, independente se o aluno aprendeu ou não, como se aprender não tivesse nenhum tipo de importância.

Na visão de Max Weber, isso que ocorre com os alunos não está correto, pois os professores teriam que passar conteúdos que servissem de incentivo para os alunos refletirem. Deveriam ensinar utilizando metodologias diferenciadas para que tivesse contribuição em um melhor aprendizado, onde os alunos iriam expressar suas ideias, deixando a diante as reflexões, e assim incentivando os a raciocinar.

Os professores tinham que manter uma posição onde os alunos pudessem mostrar suas idéias, não somente em sala de aula mas também em sua vida social. Desta maneira os professores passariam a ter o papel fundamental para a formação dos alunos. Não serem apenas aqueles que passam seus conhecimentos sem se importarem com as opiniões dos alunos têm, assim tornando-se um burocrático-disciplinador.

Eu tive professores burocrático-disciplinador, na fase em que já estava terminando o ensino fundamental, eram professores que não se importavam se os alunos estavam apreendendo ou não, se passavam o conteúdo proposto e pronto. Não se manifestavam para saber se o nível de conhecimento e os interesses eram importantes ou não pra a formação dos alunos.

Infelizmente isso interferiu em minha formação, pois com esse aprendizado escolar simples como pensar, expor opiniões e refletir sobre algo. Porém, nada do que esforço, força de vontade, interesse e principalmente estudo, me fez entender que a formação é um conjunto de tudo que aprendemos e como aprendemos e sim como se é ensinado. Aprendi que não é só passar conhecimentos e conteúdos, o mais importante é fazer com que seja compreendido aquilo a ser passado, o diálogo é importante para que a partir disso se troquem conhecimentos, opiniões, ideias, e a partir disso seja adquirido

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.1 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com