TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Aula-tema 08: Inovações Em Sustentabilidade - Tecnologias Limpas E Futuro De Desenvolvimento Sustentável.

Por:   •  5/12/2013  •  1.038 Palavras (5 Páginas)  •  438 Visualizações

Página 1 de 5

Aula-tema 08: Inovações em sustentabilidade – Tecnologias limpas e futuro de desenvolvimento sustentável.

Apesar dos questionamentos, há evidências científicas sobre as mudanças climáticas: o Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC) concluiu que, para estabelecer parâmetro das temperaturas médias abaixo de 2ºC, é necessário reduzir as emissões globais de gases do efeito estufa (GEEs). Tal redução precisa ser entre 50 a 85% abaixo dos níveis atingidos no ano de 2000 e precisará ser atingida até o ano de 2050. Para tanto, nos próximos dez anos, os níveis de redução de emissões globais devem passar de 14% para 31%.

Inovação e tecnologia serão aspectos essenciais às respostas que envolvem mudanças climáticas, segurança energética e macroeconomia mundial. E tudo isso depende do esforço concentrado e da cooperação internacional. Para alcançar esses objetivos, as tecnologias da informação e comunicação (TICs) permitirão a transformação das atividades humanas e a inclusão social da população mundial, gerando empregos qualificados com baixo impacto ambiental. Duas principais frentes de trabalho são necessárias: a redução agressiva das emissões globais até 2020; e os investimentos em energias renováveis obtidas por meio de tecnologias limpas, capazes de melhorar radicalmente a produtividade utilizando a força:

- das quedas d'água;

- dos ventos (energia eólica);

- da luz do sol (energia solar);

- da água e do vapor produzidos pelos reservatórios subterrâneos (energia geotérmica, termo formado pelo prefixo geo, que significa terra, e pela palavra térmica, que quer dizer calor); e

- da energia química acumulada em plantas (biomassa).

Tecnologias para novas fontes de energia estão sendo desenvolvidas e são relevantes na redução das emissões de GEEs. Embora a energia solar seja a mais importante fonte de energia renovável, as tecnologias para o seu aproveitamento são as mais caras atualmente. Outras fontes de energia, com baixa emissão de CO2, estão sendo implementadas, como a energia nuclear. Embora continue sendo uma das soluções para a crise energética no mundo, discussões em torno desse tipo de energia causam polêmicas, devido aos riscos que representam à segurança da população – principalmente após os recentes episódios de terremotos no Japão, onde reatores atômicos foram danificados. A energia nuclear é liberada pela chamada "fissão dos átomos", que é a energia do núcleo atômico do urânio, do plutônio ou do tório, transformada em calor.

Algumas dessas novas fontes de energia já apresentam retornos econômicos e financeiros satisfatórios tanto para os investidores quanto para a sociedade, protegendo o meio ambiente.

As tecnologias estão em diferentes estágios de desenvolvimento e evidenciam considerável potencial para o futuro. As soluções devem conciliar a comercialização de tecnologias já prontas para o mercado e a pesquisa em curto prazo com o desenvolvimento e comprovação da eficácia das tecnologias em longo prazo. Alguns exemplos são:

- as tecnologias para capturar e armazenar carbono em larga escala, que ainda passam por ajustes técnicos;

- a segunda geração de biocombustíveis para uso em transportes deverá sair dos testes de laboratório para comercialização plena até 2030;

- veículos elétricos devem passar a ser produzidos em larga escala mundial.

Importantes tecnologias no setor da construção civil para melhorar a ecoeficiência de prédios domésticos e comerciais passarão por aprovação de regulações governamentais até 2020 e consolidação de padrões internacionais até 2030.

Duas grandes decisões são urgentes: facilitar os investimentos em tecnologias limpas e impulsionar o emprego de tecnologias já existentes para melhoria da eficiência energética e da redução da emissão de gases em termos globais. A nanotecnologia e a biotecnologia são algumas aplicações já existentes nesse grupo de tecnologias.

O prefixo "nano" tem origem no idioma grego e significa "anão". A nanotecnologia engloba tecnologias em escala nanométrica (um nanômetro representa um milionésimo de um milímetro). Dentre os seus benefícios estão a otimização do uso de recursos e menor impacto ambiental. Está presente em medicamentos e cosméticos. A biotecnologia permite, dentre outras aplicações, o cultivo de micro-organismos

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.4 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com