TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Aversão Ao Risco

Casos: Aversão Ao Risco. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  8/2/2014  •  382 Palavras (2 Páginas)  •  250 Visualizações

Página 1 de 2

Aversão ao Risco

Como EST é normal sentir aversão ao risco, uma vez que buscamos prevenir riscos à saúde e à vida do trabalhador. Nos engenheiros temos a função de assegurar que o trabalhador não corra risco de acidentes em sua atividade profissional, sejam eles danos físicos, sejam danos psicológicos.

Entretanto para os pesquisadores Tversky e Kahneman, a resposta é: depende de quanto se vai perder, pois o risco é enorme e isso pode até ser um estímulo, pois para quem tem perfil de investidor agressivo, maior o risco maior o ganho. E a mensuração dessa perda se dá pelos mesmos caminhos que levam à escolha entre pagar-apostar e receber-apostar.

O cumprimento das medidas de segurança geralmente são custosos para as empresas, exigem um investimento nas áreas de segurança e na saúde de seus trabalhadores. O que na maioria das vezes desagrada os patrões, uma vez que seus olhos estão voltados para a maximização dos lucros e não com despesas.

Desta forma, a realidade é que muitas vezes o empregador, acaba tomando medidas preventivas insuficientes, só as necessárias para o cumprimento da legislação. Vê-se que o papel exercido pelo patrão, visa apenas os custos e os benefícios, onde decide implementar ou não medidas protetivas de segurança adequada.

Essas atitudes podem trazer rotulação para empresa, na ordem de confiabilidade dos consumidores e produtores, acarretando prejuízos econômicos para a empresa. Por esta razão, a tomada de medidas preventivas, onde visa a segurança, a saúde e o bem estar do trabalhador, pode trazer, em longo prazo, benefícios para a empresa, além de evitar acidentes e processos devido a inobservância das medidas previstas em lei.

O empresário está infletindo à melhora ambiental de forma sistêmica a partir da percepção que também, em alguma medida, é vítima e refém de um sistema obsoleto.

A empresa simplesmente não pode esperar essa evolução ou arrebatamento dessas mazelas. Precisa assumir seu papel social e transformador da sociedade: isso é iniciativa privada na essência. Produzir bem, bonito, barato precisa agora de mais dois elementos para completar a quintessência: sem contaminar o meio ambiente e sem adoecer o trabalhador que nele labora.

Aproveita-se, portanto, as conclusões da pesquisas dos cenários de escolha para apontar a decisão de equilibrar o meio ambiente como mais inteligente, mais lucrativa, transmissora direta e honesta à sociedade e ao trabalhadores de efetiva responsabilidade social.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.5 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com