TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Diferenças Ideomaticas Entre Português E Ingl~es

Por:   •  24/10/2013  •  5.742 Palavras (23 Páginas)  •  676 Visualizações

Página 1 de 23

DIFERENÇAS IDIOMÁTICAS

ENTRE PORTUGUÊS E INGLÊS

Na linguagem coloquial, nas expressões do linguajar de todos os dias, ocorrem formas peculiares e contrastes acentuados entre os dois idiomas. A dificuldade surge sempre que nos defrontamos com uma expressão idiomática (idioms), tanto no inglês quanto no português. São formas que não têm qualquer semelhança com as formas usadas na outra língua para expressar a mesma idéia. Existe correspondência no plano da idéia, mas não da forma.

Esta lista de expressões cotidianas e comuns serve como exemplo da necessidade do aprendiz de evitar a todo custo a tendência de fazer traduções mentais.

É importante entretanto lembrar que os idiomas não são rígidos como as ciências exatas. Existem normalmente várias maneiras de se expressar uma idéia em qualquer língua; basta ser criativo. Portanto, as formas do inglês aqui usadas não são as únicas possíveis; são apenas as mais comuns e as mais provavelmente usadas por falantes nativos norte-americanos.

________________________________________

"TER" AS TO BE (15)

O verbo ter do português é largamente usado, aparecendo muito em expressões do nosso cotidiano e assumindo freqüentemente um papel idiomático. O verbo to have, que seria seu correspondente em inglês, tem um uso mais restrito, não aparecendo muito em formas idiomáticas. O verbo to be, por outro lado, cobre em inglês uma grande área de significado, aparecendo em muitas expressões do dia a dia, de forma semelhante ao verbo ter do português. Portanto, muitas vezes ter corresponde a to be, conforme os seguintes exemplos:

Quantos anos você tem? - How old are you?

Você tem certeza? - Are you sure?

Você tem razão. - You are right.

Não tenho medo de cachorro. - I'm not afraid of dogs.

O que é que tem de errado? - What's wrong?

Não tive culpa disso. - It wasn't my fault.

Tivemos sorte. - We were lucky.

Tenha cuidado. - Be careful.

Tenho pena deles (sinto por eles). - I feel sorry for them.

Isto não tem graça. - That's not funny.

Não tenho condições de trabalhar. / Não estou em condições ... - I'm not able to work. / I can't work.

Ela tem vergonha de falar inglês. - She's too shy to speak English.

Você tem que ter paciência. - You must be patient.

Ele tem facilidade para línguas. / Tem jeito ... - He's good at languages.

Este quarto tem 3 metros de largura por 4 de comprimento. - This room is 3 meters wide by 4 meters long.

________________________________________

ESTAR DE ... E ESTAR COM ... - PORTUGUESE "ESTAR DE ..." / "ESTAR COM ..." (19)

A combinação do verbo estar com as preposições de e com é muito comum em português, sendo que os significados que essas combinações representam, podem assumir diferentes formas em inglês, conforme os seguintes exemplos:

Estou com frio. / ... fome. / ... medo. / ... sono. - I'm cold. / ... hungry. / ... afraid. / ... sleepy.

Estou com vontade de beber uma cerveja. - I feel like drinking a beer. / I'd like to drink ...

Estou com pressa. - I'm in a hurry.

Estou com dor de cabeça. - I've got a headache. / I have a headache.

Está com defeito. - It's out of order.

Está com jeito de chuva. - It looks like rain.

Ela está com 15 anos. - She is 15 years old.

Estou de ressaca. - I've got a hangover. / I have a hangover. / I'm hung over.

Ela está de aniversário. - Today is her birthday. / She's celebrating her birthday today.

Estou de férias. - I'm on vacation. / ... on holidays.

Estou de folga. - It's my day off.

Estou de serviço. - I'm on duty.

Estou de castigo. - I'm grounded.

Estou

...

Baixar como (para membros premium)  txt (32 Kb)  
Continuar por mais 22 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com