TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

NUTRIÇÃO APLICADA AO EXERCÍCIO - SISTEMAS ENERGETICOS

Por:   •  8/3/2015  •  877 Palavras (4 Páginas)  •  997 Visualizações

Página 1 de 4

1) Quais são os sistemas energéticos?

Sistema Anaeróbio Alático, Sistema Glicolítico e Sistema Oxidativo.

2) Como funcionam os mecanismos anaeróbios e aeróbios de ressíntese de ATP?

Anaeróbios: A ressíntese de ATP para o fornecimento de energia se dá por meio de dois sistemas, que são capazes de ressintetizar em alta velocidade:

• Sistema anaeróbio alático ou sistema do fosfogênio.

• Sistema anaeróbio lático ou sistema glicolítico.

Aeróbio: a produção de ATP é assegurada pela mitocôndria que, diferentemente da glicólise, utiliza exclusivamente hidratos de carbono (carboidratos). As reações oxidativas permitem que a metabolização dos hidratos de carbono continue a partir do piruvato que entrou na mitocôndria, além de utilizar lipídios ou ácidos graxos e proteínas ou aminoácidos.

• Sistema Oxidativo

3) Qual a eficiência e as características de cada sistema?

Principais características do sistema anaeróbio alático – Sua eficiência está envolvia em exercícios rápidos ou situações de transição imediata, como exemplo pode citar: corrida rápida.

• Utilizado em exercícios de alta intensidade e curta duração.

• Não utiliza oxigênio.

• Não produz ácido lático.

• Principal substrato: fosfocreatina (CP).

• Principal enzima: creatina-quinase.

Principais características do sistema anaeróbio lático ou glicolítico - A vantagem de via lática é ser mais potente, mas possui como desvantagem a produção de ácido lático, após alguns segundos, como exemplo subir um lance de escadas.

• Utilizado em exercícios de intensidade e duração moderada.

• Não utiliza oxigênio.

• Produz ácido láctico.

• Principal substrato: glicose.

Principais características do sistema oxidativo – Para funcionar efetivamente, demora de 1 a 2 minutos, onde os exercícios tipicamente aeróbios são de longa duração e intensidade moderada, como exemplo uma corrida ou pedalada longa podem ser consideradas como exercícios aeróbios.

• Utilizado em exercícios de intensidade moderada e longa duração.

• Utiliza oxigênio.

• Não produz ácido láctico.

• Principais substratos: glicose, ácidos graxos e aminoácidos.

4) Como aplicar os conhecimentos adquiridos sobre os sistemas energéticos na prática profissional?

Quando falamos em treinamento físico a primeira coisa que devemos saber é qual a fonte energética que deve ser desenvolvida. Saber até qual carga, Frequência Cardíaca ou VO2, o metabolismo energético de uma pessoa está utilizando energia de fontes aeróbias, e a partir de qual carga, Frequência Cardíaca ou VO2 o metabolismo passa a utilizar predominantemente energia de fontes anaeróbias e como consequência está acumulando ácido láctico (poderoso inibidor da contração muscular e o principal causador da fadiga muscular).

De posse dessa referência podemos ter algumas aplicações práticas:

• Aplicar o meu treinamento sabendo se o meu aluno está abaixo, sobre ou acima do limiar Anaeróbio.

• Qual ritmo de corrida está exigindo mais do metabolismo aeróbio.

• Qual ritmo de corrida está exigindo mais do metabolismo anaeróbio.

• Se está ou não acumulando ácido láctico.

• Se vai ou não ter problemas de fadiga por acúmulo de ácido láctico durante uma atividade (prova).

• Qual a intensidade de aquecimento adequada.

• Qual a intensidade de recuperação adequada.

• Estimativa de tempo para a conclusão da prova.

• Velocidade média da prova.

• Traçar a estratégia da prova.

• Qual a melhor intensidade para perda de gordura.

• O próprio atleta/aluno saberá se monitorar

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.6 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com