TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Na Aula-tema 02 Aprendemos Sobre Diversos Mitos E Ideias Equivocadas Em Torno Da Surdez E Da língua De Sinais. Analise As Afirmações Abaixo E Indique Se são (V) Verdadeiras Ou (F) Falsas:

Exames: Na Aula-tema 02 Aprendemos Sobre Diversos Mitos E Ideias Equivocadas Em Torno Da Surdez E Da língua De Sinais. Analise As Afirmações Abaixo E Indique Se são (V) Verdadeiras Ou (F) Falsas:. Pesquise 791.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  26/4/2014  •  699 Palavras (3 Páginas)  •  1.134 Visualizações

Página 1 de 3

Observe o enunciado realizado em LIBRAS a seguir, e assinale a alternativa que o traduz corretamente:

Escolher uma resposta.

a. Você quer ir ao banheiro?

b. Você entendeu a aula?

c. Hoje estou triste.

d. Qual o seu nome?

e. Onde você vai?

Question 2

Notas: 1

Conforme vimos na web-aula prática de LIBRAS, as expressões faciais compõem a gramática da língua de sinais, sendo extremamente relevantes para a compreensão do enunciado. Desse modo, observe as expressões abaixo e indique a alternativa que descreve a sequência correta.

Escolher uma resposta.

a. Afirmativa, negativa, interrogativa de confirmação, interrogativa.

b. Interrogativa, negativa, afirmativa, alegria.

c. Alegria, interrogativa, afirmativa, exclamativa.

d. Alegria, tristeza, negativa, interrogativa.

e. Afirmativa, negativa, tristeza, exclamativa.

Question 3

Notas: 1

Observe o enunciado realizado em LIBRAS a seguir, e assinale a alternativa que o traduz corretamente:

Escolher uma resposta.

a. Por que você está triste?

b. Eu estou triste.

c. Você vai para casa?

d. Eu entendi a aula.

e. Onde você vai?

Question 4

Notas: 1

O documentário Travessia do Silêncio de Dorrit Harazim (2004) apresenta o depoimento de Nelson Pimenta (surdo bilíngue não oralizado) e de Helena, ouvinte, mãe de Alexandre (surdo oralizado que há cerca de 4 anos procurou a comunidade surda para conhecer a LIBRAS).

"Eu acho que o grupo de surdos oralizados não tem identidade própria. Ao passo que o surdo com a língua de sinais tem sua própria língua, sua identidade, sua própria cultura." (Nelson).

"O Alexandre foi conhecer mais os surdos, a comunidade surda e ele se encantou com os amigos que ele passou a fazer. Ele começou a ter uma nova vida. Uma vida muito rica. E toda minha angústia acabou, porque eu vi meu filho feliz como ele nunca foi." (Helena).

Com base nos depoimentos acima, é possível inferir que:

Escolher uma resposta.

a. O depoimento de Helena contradiz a afirmação de Nelson e reforça uma concepção clinicopatológica da surdez.

b. Ambos os depoimentos não estão relacionados à nenhuma concepção de surdez.

c. O depoimento de Helena confirma a afirmação de Nelson e reforça uma concepção socioantropológica da surdez.

d. O depoimento de Helena contradiz a afirmação de Nelson e reforça uma concepção socioantropológica da surdez.

e. O depoimento de Helena confirma a afirmação de Nelson e reforça uma concepção clinicopatológica da surdez.

Question 5

Notas: 1

A pesquisadora Ivani Rodrigues Silva (2005) apresenta em sua tese de doutorado o discurso reproduzido nos espaços escolares do surdo visto como “preguiçoso”, conferindo essa representação ao surdo que não oraliza e/ou não aprende a escrever. Na aula tema 02, vimos que não se trata de

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.7 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com