TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Passo 1. Por Meio De Pesquisas E Entrevistas, Liste As Necessidades E Sugestões Do Cidadão Diante Do Tema Escolhido. Depois, Aborde Os Principais Problemas Que Envolvem O Tema. Passo 2. Elabore Perguntas Que Direcionem A Pesquisa Ou A Entrevista Para A

Por:   •  28/3/2013  •  294 Palavras (2 Páginas)  •  1.718 Visualizações

Página 1 de 2

“Se tivesse que escolher entre Presidencialismo e Parlamentarismo, nos dias atuais, o que os debates prévios deveriam levar em consideração?” Exponha seus argumentos que justifiquem a escolha.

PARLAMENTARISMO é um sistema de governo em que o poder legislativo (Parlamento) oferece a sustentação política (apoio direito ou indireto) para o poder executivo. Logo, o poder executivo necessita do poder do Parlamento para ser formado e também para governar. No Parlamentarismo, o poder executivo é, geralmente, exercido por um primeiro-ministro (chanceler).

PRESIDENCIALISMO, por sua vez, produz um gabinete, personificado no presidente, com prazo definido, nesse regime, há três poderes: o Executivo, o Legislativo e o Judiciário, exercidos, respectivamente, pelo presidente da República, pelo Parlamento (Congresso Nacional) e pelo Supremo Tribunal ou Corte Suprema. Toda a concepção do Presidencialismo baseia-se na harmonia desses três poderes, sendo que nenhum pode impor-se ao outro ou tentar superar os demais, e para manter esse equilíbrio, há um sistema de freios e contrapesos pelo qual um poder controla o outro e cada um depende dos outros dois. Em um regime presidencialista, o Legislativo pode ser exercido apenas pela Câmara dos Deputados (sistema unicameral) ou por duas casas, a Câmara e o Senado (sistema bicameral).

Concluindo, certo é que tanto o Presidencialismo como o Parlamentarismo têm problemas. Até porque, a se adotar o parlamentarismo no Brasil somente na União, com a Câmara continuando com sua representatividade fraudada e coexistindo com o Senado Federal, sem legislação partidária adequada, estaríamos adotando, não o Parlamentarismo, mas as crises do Parlamentarismo.

A vantagem do sistema Parlamentarista sobre o Presidencialista; é a flexibilidade. Em caso de crise política, por exemplo, o primeiro-ministro pode ser trocado com rapidez e o parlamento pode ser destituído. No caso do Presidencialismo, o presidente cumpre seu mandato até o fim, mesmo havendo crises políticas.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com