TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Revitalização Da Praça Beira Rio

Casos: Revitalização Da Praça Beira Rio. Pesquise 785.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  16/2/2013  •  1.775 Palavras (8 Páginas)  •  1.301 Visualizações

Página 1 de 8

SENAC

Campinas

Projeto de Manejo Sustentável da Praça Beira Rio em Sousas

Alunos:

Ana Claudia

André

Gabriela

Tânia

Victor

2011

1. Introdução e Objetivos

A criação de APAs tem o objetivo de proteger o meio ambiente no que se refere a preservação e manutenção de áreas. Está protegida pela Lei Federal N° 6902/81 e 6938/81.

A APA Estadual dos Rios Piracicaba e Juqueri-mirim, localizada no nordeste do município de Campinas, tem como objetivo de proteger o curso da Bacia Hidrográfica do Rio Piracicaba.

No Plano Diretor e Plano de Gestão da APA da região de Sousas e Joaquim Egidio que pertencem a macrozona 1, temos o Rio Atibaia que é manancial hídrico e que faz a captação de água e que tem grande importância na vida das pessoas destes locais, e cuja preocupação principal é com a preservação da natureza e que ela seja sustentável.

De acordo com a Lei Federal N° 4771/65 que regulamenta as Áreas de Preservação Permanente (APP), tem como função preservar os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica, a biodiversidade, proteger o solo e assegurar o bem estar das populações humanas.

Temos por objetivo propor um plano de ação ambiental para restaurar a área da praça Beira Rio, que fica a margem do Rio Atibaia, que faz parte da APP, conforme citado acima e queremos proporcionar uma qualidade de vida saudável para a população.

2. Diagnóstico

2.1 Localização e Histórico da área

O distrito de Sousas é localizado na região leste de Campinas e possui aproximadamente 64.000 km². Esta área apresenta características diferenciadas do restante do município no que se refere ao relevo e padrão de urbanização e de uso e ocupação do solo, caracterizado por baixa densidade demográfica e predominância de economia rural.

Essa área é considerada APA (Área de Proteção Ambiental) instituída pelo Decreto Municipal N°11.172 de 28/05/93, que garante a preservação de matas, nascentes, cachoeira, fauna, flora e também os mananciais hídricos do rio Atibaia.

Segundo o jornal local, os primeiros historiadores de Campinas, logo depois de sua fundação que se deu em 1776, alguns moradores de lá por curiosidade estavam ávidos para conhecer as terras que margeavam o rio Atibaia. Sousas surgiu por volta de 1830, quando os sertanistas Antônio Aleixo de Godói e Bernardo José Sampaio, encantados com a paisagem natural e surpresos pela riqueza de sua flora ainda virgem da Mata atlântica e sua fauna, decidiram construir uma ponte sobre o Rio Atibaia e se estabelecer com as suas famílias na área.Essa área no inicio era rural, com a atividade agrícola de plantação de cana-de-açúcar e logo depois se tornou a maior produção de café da época, com o passar do tempo, foi se criando comércios e assim se tornou área urbana.

A praça Beira Rio, se localiza no centro de Sousas, na rua Isabelita Vieira com a rua Monsenhor Emílio José Salim, com vários comércios ao seu redor e as margens do Rio Atibaia.

2.2 Caracterização ambiental da área

2.2.1 Recursos Hídricos

O território da APA é drenado pelas duas bacias hidrográficas: Rio Atibaia e Rio Jaguari, sendo que as duas abrangem a área de Sousas e Joaquim Egídio. A Bacia do Rio Atibaia é a mais extensa na APA, com 77,7% da área total, sendo formada por 41microbacias, além de 1.789,41 ha de vertentes do próprio Rio Atibaia. Destaca-se a microbacia do Ribeirão das Cabras (Joaquim Egídio), a maior delas, com 24,69% da área total da APA. A Bacia do Rio Jaguari (Sousas) possui 19,87% da área total, sendo composta por 17 microbacias e 687,23 ha de vertentes do Rio Jaguari.

Por se tratar de uma área divisora de águas, tem inúmeras nascentes, os vales são encaixados, íngremes e erosivos, com canais em rocha.

De acordo com o trabalho realizado pela Cetesb, que define os índices de qualidade das águas para a Bacia do Piracicaba, o Rio Atibaia se apresenta impróprio para tratamento convencional a partir de Sousas. As nascentes da Sub-bacia Atibaia até as proximidades de Itatiba são consideradas como águas de ótima á boa qualidade, ou aceitável, até o Distrito de Sousas.

Nessa região existem três usinas hidrelétricas, e uma delas é a usina de Salto Grande e junto ao Rio Atibaia continua em funcionamento e em perfeitas condições, oque é muito bom para o município e para os moradores porque gera empregos entre outros benefícios.

No mapa abaixo, pode-se visualizar a diferença da rede hidrográfica dos distritos de Sousas e Joaquim Egídio com toda área da outra parte do município. Essa grande quantidade de rios resulta em uma importância biológica altíssima, principalmente no que diz respeito à avifauna.

2.2.2 Solo

Os solos da região variam entre Podzólico Vermelho-Amarelo cujo a textura é argilosa, apresentando solos cambissolos (poucos desenvolvidos),além dos hidromórficos que se localizam próximos a recursos hídricos e os litólicos que apresentam materiais de rochas em decomposição.

Verificamos no local o descumprimento do Código Florestal, pois não existe mata ciliar nas margens do rio, com isso o solo é compactado, devido as inúmeras enchentes, causando o assoreamento das margens do rio.

CAMBISSOLO HÁPLICO (textura média e argilosa, ligeiramente rochosa e não rochosa) + ARGISSOLO VERMELHO-AMARELO.

2.2.3 Vegetação

A vegetação florestal da área da APA de Sousas é representada pela Mata Atlântica, que é de porte médio a alto variando de 20 a 25m de altura (como o Jequitibá rosa, peroba rosa, cedro) com copas sobrepostas que sombreiam o solo grande parte do ano, cuja composição florística evidencia a presença de espécies típicas da Mata Atlântica, uma transição entre florestas sempre-verdes do litoral e o cerradão, uma vegetação que é caracteristicamente sazonal, com um período, que entre 20 e 50% das árvores perdem as folhas que, em geral,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (12.1 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com