TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Segunda Lei De Newton

Por:   •  3/7/2014  •  427 Palavras (2 Páginas)  •  229 Visualizações

Página 1 de 2

Procedimento

Esboços da montagem experimental podem ser visto a seguir:

a = carrinho; b = fio; c = disparador; d = trilho de ar com trena

O Trilho de ar possui na sua superfície uma série de pequenos orifíos que permitem que um colchão de ar se forme entre o trilho e o carrinho. Este colchão de ar reduz sensivelmente o atrito, permitindo que o carrinho possa se deslocar livremente no trilho. Numa das extremidades o trilho contra com um dispositivo formado por um eletroímã e um suporte para elástico, criando um equipamente que lançará posteriormente o carrinho. Quando a chave estiver na posição ligada, o eletroímã prende o carrinho (a). Ao desligarmos a chave do eletroímã (b), acionamos também um cronômetro que passa a registrar o intervalo de tempo decorrido entre a posição inicial no lançamento e a posição do fotogate que trava o cronômetro (c).

1 = eletroímã; 2 = fotogate

A fim de determinarmos o valor da aceleração gravitacional local, e assim, da relação aceleração x massa, a massa do carrinho, e dos diversos tipos de disparadores, um diferente para cada experiência, foram determinadas através de pesagem numa balança eletrônica sensível.

Toda a experiência foi dividida em quatro sistemas, cada uma com seu respectivo disparador com massa exclusiva. Além da variação do peso do disparador, a distância do fotogate que encerra o cronômetro também era modificada, obtendo 4 distâncias diferentes entre eletroímã-fotogate. Seguindo rigorosamente o procedimento descrito no início deste tópico, foram cronometradas 5 tomadas de tempo para cada peso do disparador e distância eletroímã-fotogate diferente.

Resultados

A massa do suporte aos pesos na extremidade do fio, tal como a dos pesos adicionados ao carrinho foram medidas e somadas de modo a se obter massa do corpo total na extremidade do fio e do carrinho com os pesos. Para iniciar as medições de tempo, determinamos uma posição no trilho de onde o carrinho partiu em todas as medições. Medimos a distância desse ponto até o primeiro ponto que seria medido e obtemos como resultados X1, X2, X3 e X4. Para cada medição, o sensor foi posicionado corretamente nas marcações do trilho. A partir do ponto inicial e com o sensor na posição necessária para cada medição, o carrinho foi solto e cronometraram-se os tempos necessários para o carrinho percorrer os determinados intervalos de espaço. Os resultados obtidos foram organizados na tabela abaixo:

X1(m)

0,6

X2(m)

0,7

X3(m)

0,8

X4(m)

0,9

T1

0,759s

T1

0,890s

T1

0,988s

T1

1,094s

T2

0,756s

T2

0,886s

T2

0,986s

T2

1,078s

T3

0,780s

T3

0,890s

T3

0,981s

T3

1,073s

T4

0,755s

T4

0,894s

T4

0,992s

T4

1,083s

T5

0,765s

T5

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.9 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com