TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Processo Civil Execução

Por:   •  4/12/2012  •  722 Palavras (3 Páginas)  •  723 Visualizações

Página 1 de 3

UNIME – UNIÃO METROPOLITANA DE EDUCAÇÃO E CULTURA

NOME: CLAUDIO ALVAREZ

TIPOS BRASILEIROS

LAURO DE FREITAS - BAHIA

MAIO – 2002

SERTANEJO

O sertanejo está situado num cenário natural bem desfavorável com relação a diversidade brasileira. A seca tornou a terra árida e improdutiva. O momento situacional hostil do nordestino transformou o homem sertanejo e sua cultura própria.

Devido a infinidade territorial a economia criada para a subsistência foi a pecuária bovina e caprina, contudo revela-se um contraste da relação de dimensões de criação de animais entre a utilização efetiva da terra.

A cultura sertaneja, através das interperes naturais, foi sendo apropriada de acordo as necessidades. A crença nos intocáveis Coronéis, que estavam acima da lei ou até mesmo eram a própria lei definiam o conceitos de certo e errado. A superstição e a crença sobrepujava os valores orientativos do homem sertanejo.

Esta crença valorizou sentimentos de submissão e revolta, surgindo figuras “salvadoras” como Antônio Conselheiro de Canudos. Este messias do sertão carregou o fardo sentimental de sofrimento e consolidando as crenças e exteriorizando a cultura sertaneja. Mostrando que cultura possui um significado totalmente oposto ao conhecimento.

A guerra de canudos foi em sua essência, uma luta entre o os interesses do capitalismo extrativista e a cultura sertaneja que mostrava suas ricas nuâncias.

Percebe-se que, após uma breve analise histórica, a cultura sertaneja está fortemente ligada à seca, isto não significa que seja que o sertão seja somente a seca. Os aspectos culturais e sua influência são denotados diariamente em nossos costumes e hábitos.

CAIPIRA

A primeira idéia que nos vem à mente é pensar que o caipira é o sujeito de baixa escolaridade, desajeitado e preguiçoso. Este preconceito é inerente a maioria da população que realmente não possui o conhecimento, emitindo um juízo de valor infundado e pejorativo.

O caipira é o indivíduo que nasceu e reside no interior paulista, Minas Gerais, Goiás e Espirito Santo. É típico homem rural brasileiro.

O caipira descende dos bandeirantes do Brasil colonial. Os bandeirantes passaram longos anos de crescimento e definição de fronteiras e as incansáveis tentativas de escravização do índio brasileiro para a exploração e extração mineral. O contexto histórico possui uma forte relevância para o entendimento da cultura caipira.

Ao término das fontes minerais os bandeirantes fincaram suas moradias tornando-se homens da terra, de produção auto-suficiente.

A entrada gradativa de imigrantes europeus substitui a mão-de-obra escrava.

A evolução industrial traz consigo um impacto social que transforma o homem rural. As novidades e os bens de produção atraentes e a publicidade massificada estimulam o consumo exagerado.

Mesmo com revolução industrial percebemos que a cultura caipira permanece

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.1 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com