TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

TRABALHO, CONSUMO E SOCIEDADE

Por:   •  18/3/2014  •  Tese  •  1.962 Palavras (8 Páginas)  •  169 Visualizações

Página 1 de 8

INTRODUÇÃO

Um das principais pesquisas deste relatório e qual o significado de cultura, indivíduos, sociedade. A partir disso verificam-se quais as aplicações da teoria na sociedade atuais e cotidianas e suas consequências.

Trazendo também a desigualdade social que ainda predomina a nossa sociedade, o consumismo exagerado.

A destruição do meio ambiente pra dá lugar a cidades, estradas, pecuária, se importando com as consequências.

CULTURA

É tudo aquilo que resulta da criação humana. São ideias, artefatos, costumes, leis crenças, morais, conhecimentos, adquirido a partir do convívio social. Não existe cultura superior ou inferior, melhor ou pior, mas sim cultura diferente. Por tanto cultura é todo conhecimento que você adquire ao logo da vida, necessários á sua sobrevivência física e social. Seja a sociedade simples ou complexa, todos possuem sua forma de expressar, pensar, agir e sentir, portanto, todos tem sua própria cultura, o seu modo de vida.

INDIVÍDUO

Segundo BERGER o indivíduo não nasce membro da sociedade, nasce com a predisposição para a sociedade e torna-se membro dela, por conseguinte, na vida de cada indivíduo existe uma sequência temporal no curso da qual é induzido a tomar parte da sociedade.

Desta maneira nasceu não somente em estrutura social objetiva, mas também em um mundo social. Os outros significativos que estabelecem a mediação deste mundo para ele modificam o mundo no curso da mediação. Escolhem aspectos do mundo de acordo com sua própria localização na estrutura social e também em virtude de seu comportamento estranho de vida de cada um. O indivíduo absorve os papéis as atitudes dos outros significativos, isto é, tornando-os seus. Por meio desta identificação com os outros indivíduos torna-se capaz de se identificar a si mesma, de adquirir uma identidade. Em outras palavras, personalidade, que retrata as atitudes tomadas pela primeira vez pelos outros significativos com relação ao indivíduo, que se torna o que é pela ação dos outros para ele significativos é, por assim dizer, seu resultado na vida individual de ideias geral da sociedade.

SOCIEDADE

Uma rede de relacionamentos sociais, podendo ser ainda um sistema institucional, exemplo disso são sociedade anônimo, sociedade civil, sociedade artística e outros. A origem da palavra sociedade vem do latim societas, que significa associação amistosa com outros.

O termo sociedade é comumente usado para o coletivo de cidadãos de um país, governados por instituições nacionais que aspiram ao bem-estar dessa coletividade.

Todavia, a sociedade não é um mero conjunto de individuo vivendo juntos em um determinado lugar, é também a existência de uma organização social, de instituições e leis que regem a vida dos indivíduos e suas relações mutuas. Há também alguns pensadores cujo debate insiste em reforçar a oposição entre indivíduo e sociedade, reduzido, com frequência, ao conflito entre o genético e o social ou cultural.

Segundo Berger e Luckmann (2006), o indivíduo nasce não membro da sociedade, mas torna-se membro dela, tudo que somos são repassada através da convivência social. Porem a vida cotidiana mostra-se reflexo daquilo que levamos como herança adquirida ao logo da vida, estamos sempre aprendendo coisa novas.

Algumas teorias escondem a realidade, da vida cotidiana e muito complexa, o individuo monstra ser controlado, porém se deixa ser controlado para sobrevivência, induzido a seguir estereótipo impossível, para alguns, o indivíduo e usado com objetos, só pra fazer parte de uma sociedade insatisfeita, deixando de lado tudo aquilo que foi adquirido no principio. Tudo isto faz parte da vida cotidiana, cabe o individuo modifica suas relações sociais, tanto na religião, politica no trabalho.

TRABALHO, CONSUMO E SOCIEDADE

Na antiguidade o trabalho era visto como necessidades vitais, o individuo que trabalhava e vivia do seu sustento não era considerado como humano. Por outro lado o indivíduo vive melhor hoje, comparado ao século XIX, mas continua escravo da sua própria vontade do ponto de vista consumista. Para alcançar o paradigma da sociedade, precisa trabalha mais e mais, induzida pela mídia. Tudo isto para fazer parte de uma sociedade desordenada e consumidores perdidos que compram tudo, às vezes sem necessidade e consciência.

Tudo leva nossa

...

Baixar como (para membros premium)  txt (12.8 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com