TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Trabalho,consumo E Sociedade

Por:   •  13/11/2013  •  468 Palavras (2 Páginas)  •  238 Visualizações

Página 1 de 2

Trabalho, consumo e sociedade

A sociedade urbana atual, em função da sua configuração político-econômica e da cultura que se estabelece em torno das estruturas dessa configuração, tem duas atividades como o centro da organização social. Essas atividades perpassam a vida material e simbólica das pessoas: o trabalho e o consumo. Isso significa que a realidade das condições materiais – e até mesmo de algumas condições ideais e valorativas – da vida humana nas cidades nos impõe um determinado modelo de trabalho e um certo padrão de consumo, intimamente relacionados e assentados num modelo de sociedade que em geral assumimos em nosso meio, uns com convicção, outros por apatia. Assim, cada vez mais nossa sociedade se empenha, como quem navega a favor da correnteza de um rio caudaloso, na formação das pessoas como mão-de-obra e como mercado consumidor. Freqüentemente, os famigerados “mercado de trabalho” e “mercado consumidor” são os mais importantes pólos de resultados a orientarem a formação cognitivo-cultural das pessoas, a organização das cidades, a escolha de políticas públicas, enfim, a realização da pessoa humana que coabita urbanamente este mundo. A sociedade

É notório que hoje em dia, desde criança, cada indivíduo da atual sociedade urbana é direcionado, motivado e influenciado em seu desenvolvimento tendo em vista, de alguma forma, as características do mercado de trabalho e as estruturas do consumo próprias da nossa sociedade. Por exemplo, a escolha da formação escolar, as opções de aquisição de conhecimentos, a valorização e a carga simbólica emprestada a determinadas atividades, instituições, profissões e marcas de produtos e serviços, tudo isso está inserido numa enorme engrenagem que mantém em funcionamento o sistema político-econômico capitalista neoliberal globalizado que nos envolve. Além disso, esses direcionamentos aparentemente inofensivos apresentam, em algum grau, um incentivo mais ou menos explícito à manutenção do jogo da concorrência empresarial, da competitividade dos espaços de trabalho, da elevação dos padrões e da quantidade de consumo, entre outras coisas.

Trabalho e consumo, na nossa sociedade, possuem características interdependentes.

Nessa esteira, quando se fala aqui do trabalho e do consumo envolvidos no funcionamento da organização social pautada no atual modelo político-econômico, não se trata de qualquer trabalho e de qualquer consumo. Há um modelo de trabalho e um padrão de consumo bem delimitados, com características próprias e de contornos relativamente precisos, segundo a nossa sociedade se organiza, se desenvolve e se compreende. O trabalho e o consumo a que me refiro aqui são diferente, por exemplo, do trabalho praticado entre comunidades rurais mais tradicionais em que prevalece a

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.2 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com